A Verdadeira Graça

Leia gratuitamente três livros por mês através do aplicativo do autor (Android).

Assim sendo, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade. – Hebreus 4:16

Quem está sentado neste trono? Jesus! Nesta aproximação encontramos misericórdia e graça que nos ajudam no momento de necessidade.

Há um entendimento muito errado sobre a graça. A graça é algo grandioso! O significado de graça é: um dom que Deus concede aos homens para que alcancem a salvação.

Nele estava a vida, e esta era a luz dos homens. – João 1:4

Jesus também tinha graça. Era cheio de graça e de verdade. Ele se apropriou desta graça.

Graça sem a verdade é mentira. Verdade sem graça é legalismo.

Portanto, você, meu filho, fortifique-se na graça que há em Cristo Jesus. – 2 Timóteo 2:1

A graça é um dom que Deus nos concede para alcançarmos a salvação.

A graça barata, ao invés de justificar o pecador, justifica o pecado.

Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente? De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele? E então? Vamos pecar porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De maneira nenhuma! Não sabem que, quando vocês se oferecem a alguém para lhe obedecer como escravos, tornam-se escravos daquele a quem obedecem: escravos do pecado que leva à morte, ou da obediência que leva à justiça? – Romanos 6:1,2,15,16

Participe agora mesmo do canal do autor no Telegram para participar dos sorteios semanais!

Não é possível separar a graça da justiça e da verdade. Temos que amar esta graça. É um dom que nos capacita para nos tornarmos discípulos.

A graça verdadeira, preciosa, que custou a vida de Cristo, é a graça que nos desperta para lutar contra o pecado e abandonar tudo por Jesus.

Esta é a verdadeira graça. Ela está em Jesus. A graça verdadeira nos chama para o discipulado, comunhão e confissão.

A graça não pode simplesmente não nos custar nada. Existe a necessidade de sacrifícios.

Para refletir: será que nós entendemos o que é a graça? Seguimos o que entendemos? Se entendeu, está vivendo em comunhão, em confissão?

Nesta pandemia, você tem tido bom ânimo em meio às aflições? Cremos que tudo está nas mãos de Deus?

Portanto, não permitam que ninguém os julgue pelo que vocês comem ou bebem, ou com relação a alguma festividade religiosa ou à celebração das luas novas ou dos dias de sábado. Estas coisas são sombras do que haveria de vir; a realidade, porém, encontra-se em Cristo. Não permitam que ninguém que tenha prazer numa falsa humildade e na adoração de anjos os impeça de alcançar o prêmio. Tal pessoa conta detalhadamente suas visões, e sua mente carnal a torna orgulhosa. Trata-se de alguém que não está unido à Cabeça, a partir da qual todo o corpo, sustentado e unido por seus ligamentos e juntas, efetua o crescimento dado por Deus. Já que vocês morreram com Cristo para os princípios elementares deste mundo, por que é que vocês, então, como se ainda pertencessem a ele, se submetem a regras: “Não manuseie! ” “Não prove! ” “Não toque! “? Todas essas coisas estão destinadas a perecer pelo uso, pois se baseiam em mandamentos e ensinos humanos. Essas regras têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade com o corpo, mas não têm valor algum para refrear os impulsos da carne. – Colossenses 2:16-23

A religiosidade não tem valor nenhum para refrear os impulsos da carne. A graça, a verdade e a direção estão no trono de Cristo.

– Sermão pregado pelo pastor João M. Torres no dia 07/02/21

Conheça os testes gratuitos para descobrir seu temperamento, medir sua ansiedade, etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *