Amar Não é Dar Comida na Boca, Mas Sim Prover Meios Para o Crescimento

Leia gratuitamente três livros por mês através do aplicativo do autor (Android).

Existe um engano muito comum na sociedade: “quem ama, faz tudo pelo outro“. É esta crença que leva muitas pessoas a mimarem os filhos, cônjuge e outros parentes. É isso que Deus nos ensina quando o assunto é amor e cuidado? Devemos poupar o próximo de qualquer trabalho?

Quando estudamos a Bíblia, percebemos que o Senhor abençoa aqueles que ama, entretanto, não poupa seus abençoados de trabalharem também de alguma maneira.

  • Criei você, Adão (Gn 1:27), mas quero que cuide do Jardim (Gn 2:15).
  • A Terra será inundada e sua família será salva, Noé (Gn 6:17-18), mas você precisa construir uma arca (Gn 6:14).
  • Lançarei uma praga sobre faraó, Moisés (Ex 11:1), mas vocês precisam passar sangue nos batentes da porta (Ex 12:7).
  • Habitarei entre vocês, Moisés (Ex 25:8), mas vocês precisam construir e cuidar de um tabernáculo (Ex 25:9).
  • Darei a vocês uma terra que mana leite e mel, Josué (Ex 3:8), mas vocês precisam guerrear para conquistá-la (Js 1:6).
  • Lhe entregarei Jericó, Josué (Js 6:2), mas vocês precisam marchar ao redor dela durante sete dias (Js 6:3-4).
  • Você será curado, Naamã, mas deve se lavar sete vezes no rio Jordão (2Rs 5:10).

Temos estes e muitos outros casos na história bíblica onde vemos o Senhor salvando seus filhos por amor, mas também exigindo uma atitude. Deus é bondoso e gracioso, mas não mima seus filhos. Ele sempre exige algum trabalho para cooperarmos com seus excelentes planos. O que aprendemos diante deste fato?

Aprendemos que amar não é fazer tudo pelo outro. Amar não é dar comida na boca daquele que sabe usar bem os braços. Amar não é pagar todas as contas daquele que pode trabalhar pelo sustento. Amar não é poupar o outro de todos os sofrimentos e todas as frustrações da vida. Amar é fornecer meios para que haja mudança. É dar as ferramentas para um bom trabalho. Quando mimamos uma pessoa, estamos, na realidade, prejudicando o desenvolvimento dela.

Assim como o Senhor fez com seus filhos (abençoando, dando ferramentas e chamando para o trabalho), assim devemos fazer com o próximo, visto que precisamos imitar Deus em tudo que fizermos.

Portanto, como filhos amados de Deus, imitem-no em tudo que fizerem. – Efésios 5:1

E Deus nos ensina perfeitamente o que é o amor porque Ele é o próprio amor.

Participe agora mesmo do canal do autor no Telegram para participar dos sorteios semanais!

Sabemos quanto Deus nos ama e confiamos em seu amor. Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele. – 1 João 4:16 (ênfase acrescentada)

Por fim, quero lembrar-lhe da parábola do bom samaritano. Através dela, Jesus nos mostra como ajudar alguém com amor e de forma eficiente.

Jesus respondeu com uma história: “Certo homem descia de Jerusalém a Jericó, quando foi atacado por bandidos. Eles lhe tiraram as roupas, o espancaram e o deixaram quase morto à beira da estrada.
“Por acaso, descia por ali um sacerdote. Quando viu o homem caído, atravessou para o outro lado da estrada.
Um levita fazia o mesmo caminho e viu o homem caído, mas também atravessou e passou longe.
“Então veio um samaritano e, ao ver o homem, teve compaixão dele.
Foi até ele, tratou de seus ferimentos com óleo e vinho e os enfaixou. Depois, colocou o homem em seu jumento e o levou a uma hospedaria, onde cuidou dele.
No dia seguinte, deu duas moedas de prata ao dono da hospedaria e disse: ‘Cuide deste homem. Se você precisar gastar a mais com ele, eu lhe pagarei a diferença quando voltar’.” – Lucas 10:30-35

Note que o bom samaritano não levou o homem caído para sua casa nem abandonou a própria rotina para cuidar dele. O samaritano o levou até a hospedaria, cuidou enquanto pôde, pagou o tratamento e seguiu com sua vida, ou seja, socorreu o homem caído enquanto estava sem condições, mas organizou as coisas para que o homem se recuperasse e também seguisse com a própria vida.

Este é o modo correto de amar e cuidar das pessoas: preparar um caminho para que sigam com as próprias pernas, afinal de contas, ninguém foi criado para viver na ociosidade. A vida não é um parque de diversões e há muito trabalho a se fazer, portanto, não faça todo o trabalho do outro se ele recebeu do Pai capacidades físicas e mentais para seguir sozinho.

O servo mimado desde a infância se tornará rebelde. – Provérbios 29:21

Conheça os testes gratuitos para descobrir seu temperamento, medir sua ansiedade, etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *