Como Mudar o Outro?

Posso fazer uma adivinhação neste momento em relação à sua vida. Com minha bola de cristal posso enxergar pessoas no qual você enxerga inúmeros defeitos e, se pudesse, os eliminaria urgentemente. Acertei? Digo mais. Você já tentou diversas formas de dizer a esta pessoa o quão ruim é o caminho que ela tem seguido. Talvez seja diferente. Pode ser que esta pessoa não trilhe necessariamente um mau caminho, mas ela tem te incomodado absurdamente. Pior ainda se esta pessoa for a mesma que ouviu um “sim” de sua boca no altar. Situação difícil, hein? Ou estamos falando daquele “colega” de trabalho que tem te importunado? Os casos são incontáveis. Tenho uma triste notícia. É bem provável que você não consiga transformar a essência desta pessoa tão facilmente. Uma ou outra característica poderá ser temporariamente ofuscada, mas permanece ali. O que fazer neste momento? Abandonar o barco e prosseguir mar adentro? São em momentos como este que devemos parar, respirar fundo e olhar para Jesus (na realidade devemos fazer isso em todos os momentos). Mas… Por quê Jesus? Vamos analisar a história da humanidade. Viveu e cresceu distante de Deus e proliferou o pecado inundando cada vez mais o mundo. Por mais que Deus tentasse educar seus filhos a terem uma vida santa, vemos no decorrer da história que o homem jamais foi capaz de fazer outra coisa senão se afundar no lamaçal da independência. O que fez então Jesus? Veio ao mundo como homem e se entregou por nós para que pudéssemos ser transformados dia após dia aproximando-nos da imagem e semelhança de Cristo. Não éramos capazes de mudar. Então Jesus mudou por nós. Temporariamente se fez pecado para trazer a salvação a todo aquele que crê. Entende agora? Se não pode mudar o outro, mude a si mesmo. Primeiramente ore por este alguém e o Pai trará transformação através de sua vida como um rio que flui de um ponto a outro. É necessário humildade para compreender tal mistério. Tem mais a ver com você do que com qualquer outra pessoa.

Deixar uma resposta