Confiança e Intimidade em Deus

E sabemos que Deus faz todas as coisas cooperarem para o bem daqueles que o amam e que são chamados de acordo com seu propósito. Pois Deus conheceu de antemão os seus e os predestinou para se tornarem semelhantes à imagem de seu Filho, a fim de que ele fosse o primeiro entre muitos irmãos. – Romanos 8:28,29 Deus nos chama para sermos os Seus filhos. Há uma condição para o chamado do Senhor, para Seu propósito. A condição é que tenhamos fé em Jesus. Quanto às verdades, cremos. Quanto aos mandamentos, obedecemos. Jesus veio para restaurar a condição de filhos. Através Dele, recebemos o Espírito Consolador que clama “aba Pai” em total intimidade. O trabalho do Espírito Santo é produzir em nós as qualidades de Jesus. Ele estabeleceu um padrão que precisa ser alcançado. Jesus fala conosco através da Igreja, através da vida e das ações de cada membro do Seu corpo. Lembre-se: Deus é pai e nós somos irmãos em Cristo. Teremos aflições, mas estamos com Jesus e somos vencedores Nele. Somos guiados pelo Espírito Santo: Porque todos que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. – Romanos 8:14 Jesus nos chamou para intimidade: Escolheu doze e os chamou seus apóstolos, para que o seguissem e fossem enviados para anunciar sua mensagem. – Marcos 3:14 Essa intimidade é consequência do quanto investimos na busca por Ele. Fomos feitos filhos do Deus: Mas, a todos que creram nele e o aceitaram, ele deu o direito de se tornarem filhos de Deus. Estes não nasceram segundo a ordem natural, nem como resultado da paixão ou da vontade humana, mas nasceram de Deus. – João 1:12,13 Atos, capítulo 2, nos revela a porta da caminhada cristã: a fé. Devemos andar como Ele andou: Quem afirma que permanece nele deve viver como ele viveu. – 1 João 2:6 Precisamos ser santos também: Agora, porém, sejam santos em tudo que fizerem, como é santo aquele que os chamou. Pois as Escrituras dizem: “Sejam santos, porque eu sou santo”. – 1 Pedro 1:15,16 Ser santo é ser exclusivo de Deus: Todo louvor seja a Deus, o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou em Cristo com todas as bênçãos espirituais nos domínios celestiais. Mesmo antes de criar o mundo, Deus nos amou e nos escolheu em Cristo para sermos santos e sem culpa diante dele. Ele nos predestinou para si, para nos adotar como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito de sua vontade. Deus assim o fez para o louvor de sua graça gloriosa, que ele derramou sobre nós em seu Filho amado. – Efésios 1:3-6 Além da santidade, vemos, em Cristo, a fidelidade. Tenho fé quando creio no Senhor. Sou fiel quando ando segundo Sua vontade. O descanso é consequência da nossa fé no Pai. Nossa fé cresce quando o conhecemos. É preciso negar a si mesmo. A busca deve ser diária: Disse ele à multidão: “Se alguém quer ser meu seguidor, negue a si mesmo, tome diariamente sua cruz e siga-me”. – Lucas 9:23 Olhamos para a nossa cruz e esquecemos de olhar para a cruz que Jesus carregou em nosso lugar. Chegar confiadamente diante do Pai: podemos agir assim e orar antes da dificuldade ou da queda. Assim, aproximemo-nos com toda confiança do trono da graça, onde receberemos misericórdia e encontraremos graça para nos ajudar quando for preciso. – Hebreus 4:16 – Sermão ministrado por Davi Antunes em 06/02/22 na cidade de Araçatuba/SP.

Deixar uma resposta