Conheça o Poder das Cores Sobre Sua Mente

Leia gratuitamente três livros por mês através do aplicativo do autor (Android).

Em 1661, o grande gênio Isaac Newton criou a tão famosa “Roda das Cores”, muito utilizada entre estilistas, publicitários e pintores. Desde então, muitos estudos foram realizados e muitas coisas descobertas.

Os estudos relacionados às cores não ficaram somente nas mãos dos profissionais citados acima, mas também foi (e ainda é) muito utilizado na Psicologia por profissionais do mundo todo. Existem sessões de terapia que visam trazer paz à mente do paciente através da exposição às cores.

Aqui você não encontrará um estudo profundo a respeito disto, porém deixaremos aqui uma lista dos efeitos que as cores podem causar no organismo humano. Se quiser, você poderá se aprofundar no tema e buscar em sua cidade algum psicólogo que trabalhe com a Psicologia das Cores.

Em suma, ao olhar para uma cor específica, uma série de lembranças, emoções e reações podem surgir de acordo com as experiências  e com o instinto de sobrevivência do indivíduo. A cor preta, por exemplo, pode provocar no sujeito a sensação de tristeza por lembrar da morte de algum ente querido ou pode provocar sensações agradáveis se interpretada como a cor da elegância. Os resultados são relativos. Vamos analisar o que a ciência nos diz das cores.

Preto

Elegância, segredos, fim ou morte. É uma cor forte e muito usada por pessoas de personalidade forte ou solitária.

Branco

Paz, início, perfeição ou pureza. Muito usada para representar coisas boas desprovidas de qualquer tipo de corrupção.

Verde

Tranquilidade, desenvolvimento, crescimento ou relaxamento. Por estar ligada à natureza, o verde é capaz de provocar sensações serenas.

Azul

Mansidão, produtividade, imaginação ou segurança. A cor mais vista no mar e no céu pode trazer confiança para o maior dos inseguros.

Participe agora mesmo do canal do autor no Telegram para participar dos sorteios semanais!

Vermelho

Amor, ódio, alegria ou perigo. A mais utilizada entre os publicitários por causar no espectador o imediatismo e o convencimento.

Amarelo

Otimismo, necessidade, atenção ou juventude. Também muito utilizada para despertar a fome (temos como exemplo a linha de restaurantes McDonald’s).

Laranja

Suavidade, simpatia, bondade ou acolhimento. Por ser menos agressiva que o vermelho, transmite sentimentos pacíficos e ligados ao amor fraternal.

Rosa

Infância, paciência, carinho ou delicadeza. A cor preferida das mulheres, pode despertar sensações sutis.

Fontes:

https://amenteemaravilhosa.com.br/psicologia-das-cores/

https://viverdeblog.com/psicologia-das-cores/

(Visitados dia 20/02/18)

Conheça os testes gratuitos para descobrir seu temperamento, medir sua ansiedade, etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *