Deus Já Mudou o Seu Nome?

Quando lemos a Bíblia, nos achegamos a Deus e conhecemos melhor a sua maneira de agir. Ao analisarmos a vida de alguns heróis da fé, notamos rapidamente que uma das primeiras ações do Senhor é uma mudança de nome. Vejamos. Com Abraão: Não será mais chamado Abrão; seu nome será Abraão, porque eu o constituí pai de muitas nações. – Gênesis 17:5 (palavras de Deus para Abraão) ► Leia também: A Importância do Arrependimento Com Saara: Disse também Deus a Abraão: “De agora em diante sua mulher já não se chamará Sarai; seu nome será Sara”. – Gênesis 17:15 Com Jacó: Depois que Jacó retornou de Padã-Arã, Deus lhe apareceu de novo e o abençoou, dizendo: “Seu nome é Jacó, mas você não será mais chamado Jacó; seu nome será Israel”. Assim lhe deu o nome de Israel. – Gênesis 35:9,10 Com Pedro: E o levou a Jesus. Jesus olhou para ele [Pedro] e disse: “Você é Simão, filho de João. Será chamado Cefas” (que significa Pedro). – João 1:42 Além disso, ainda encontramos casos onde o próprio Deus escolhe o nome de seres humanos antes mesmo de nascerem. Isaque: Então Deus respondeu: “Na verdade Sara, sua mulher, lhe dará um filho, e você lhe chamará Isaque. Com ele estabelecerei a minha aliança, que será aliança eterna para os seus futuros descendentes”. – Gênesis 17:19 Ismael: Disse-lhe ainda o Anjo do Senhor: “Você está grávida e terá um filho, e lhe dará o nome de Ismael, porque o Senhor a ouviu em seu sofrimento”. – Gênesis 16:11 João Batista: Mas o anjo lhe disse: “Não tenha medo, Zacarias; sua oração foi ouvida. Isabel, sua mulher, lhe dará um filho, e você lhe dará o nome de João”. – Lucas 1:13 Sabe o que podemos aprender com isso? Simples. Deus nos quer por inteiro. Portanto, Ele age descontruindo a nossa identidade terrena, ou seja, nos limpando de tudo o que esta vida injetou em nós: desde o nosso nome até os nossos mais profundos anseios. Quer algo mais íntimo do que o próprio nome? Seria fácil, para você, lidar com uma mudança de nome repentina? Certamente não. Imagine todo o trabalho necessário para se acostumar com esta nova rotina. Tudo isso nos revela que devemos urgentemente abandonar a nossa identidade mundana e substituí-la por uma identidade santa. Nascemos neste mundo, mas pertencemos a outro. Nosso lugar é no Reino Celestial para sempre. Então abandone os seus medos, seus sonhos egoístas, seus conceitos infundados e seu imenso desejo de reconhecimento. Sua vida, seus desejos e todas as suas habilidades existem para a glória Dele. Somente Dele. Não precisa correr desesperadamente para o cartório mais próximo e implorar por uma troca de nome. Deus não pediu isso para você (eu imagino). Continue com o seu nome, mas não se esqueça de que ele é temporário e o nome de Jesus deve ser sempre exclusivamente glorificado. Esteja preparado(a) para abandonar tudo por amor a Jesus, até mesmo o seu próprio nome, se preciso for.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.