O Que a Bíblia Diz Sobre Mudar de Igreja

❤️Compartilhe!
YouTube video

A gigantesca maioria dos cristãos já sentiu em alguma altura da vida o desejo de “mudar de Igreja”. Além disso, é bem provável que parte desta maioria também tenha ouvido a frase: “Você deve frequentar um lugar que você se sinta bem”. Afinal de contas… “mudar de Igreja” é errado? O que a Bíblia diz sobre mudar de Igreja? Vamos entender de uma vez por todas se essa mudança é pecado ou não.

O que a Bíblia diz sobre mudar de Igreja?

Entendendo o Culto

Em primeiro lugar, é nossa obrigação saber que o culto tem Jesus como centro, isto é, o culto é cristocêntrico. Então quando nos reunimos com nossos irmãos na fé para cultuar ao Senhor, ele é o centro de toda adoração. Tudo é para Ele e acontece por intermédio Dele.

Apesar de tudo, não é somente Deus que recebe algo durante o culto. Os seus filhos são abençoados durante este momento recebendo curas, revelações, edificação, etc. O Senhor é adorado e a Igreja edificada. É um verdadeiro privilégio participar de momentos assim!

Todavia, há pessoas que se sentem incomodadas durante o momento de culto. Estes irmãos se incomodam com a qualidade do louvor, o número de louvores, o tempo de pregação, a eloquência do pregador, a qualidade do pão da ceia, o barulho das crianças… como se o culto fosse para satisfação da Igreja e não para adoração ao Senhor.

Incômodos e Mudanças (É Possível Mudar de Igreja?)

A partir destes incômodos é que surgem pensamentos como “eu preciso mudar de Igreja”. Consequentemente, a grande pergunta pode vir à tona: “o que a Bíblia diz sobre mudar de Igreja?”. Já nessa pergunta encontramos um enorme erro. O significado original da palavra Igreja é família de Cristo, ou seja, filhos de Deus. Nada tem a ver com uma estrutura levantada por mãos humanas.

Sendo assim, é impossível “mudar de Igreja”, visto que a Igreja somos nós, eu e você. Portanto, onde você estiver, ali a Igreja de Jesus está, entende? Você pode até experimentar ambientes e culturas diferentes, mas o povo é um só. Imperfeições existirão em qualquer grupo de seres humanos.

Voltando à questão central da postagem: mudar o local em que você se reúne com seus irmãos pode ser errado ou não dependendo de suas motivações. Se você quiser congregar em outro lugar por motivos vaidosos e egoístas, esteja certo(a) de que não foi Deus quem lhe deu essa ordem, sendo assim, você estará caminhando fora da vontade do Criador.

Confissão

Se o desejo de frequentar outro local estiver te perseguindo, leve isso para o Senhor com o coração sincero e, ao mesmo tempo, analise os seus motivos. Resolva o que tem que ser resolvido. Confesse suas insatisfações a uma liderança. Pergunte-se: esse desejo de mudança veio do coração do Pai ou do meu coração enganoso?

Portanto, se você estiver apresentando uma oferta no altar do templo e se lembrar de que alguém tem algo contra você, deixe sua oferta ali no altar. Vá, reconcilie-se com a pessoa e então volte e apresente sua oferta. – Mateus 5:23,24

O coração humano é mais enganoso que qualquer coisa e é extremamente perverso; quem sabe, de fato, o quanto é mau? – Jeremias 17:9

Para finalizar, pense comigo: se o correto é frequentar um ambiente em que “nos sentimos bem”, por que tantos cristãos são impulsionados por Deus a pregar no Afeganistão, na China, na África ou em alguma terra indígena hostil, por exemplo? Quem “se sente bem” no epicentro da pobreza e/ou perseguição cristã? A vontade do Pai é o que realmente importa.

Aproveite:

❤️Compartilhe!
Danilo H. Gomes
Danilo H. Gomes

Danilo H. Gomes, brasileiro, é autor de obras com ênfase em autoajuda (usando como base a psicologia e filosofia) e cristianismo, atuando no mercado literário desde 2016. Possui várias obras publicadas no Brasil e também traduzidas para o inglês, espanhol, italiano e francês, disponíveis para inúmeros países ao redor do mundo.

58 comentários

  1. Paz do senhor Jesus.
    Tenho uma pergunta!
    O pastor pode usar de meus sentimentos para me manter na igreja?
    Exemplo:
    Fui apresentado na igreja pela minha ex companheira, só que ela saiu e eu continuei visitando não congregando.
    Certo vez até pensei em congregar, mas como fazia apenas visitas, não tenho o comprometimento de frequentar somente está igreja. E em dado momento falou que estava sentindo minha falta nos cultos e que a minha ex companheira falou que iria voltar e que estaria no próximo culto. Ele pode utilizar disso para me manter na igreja?
    Até porque acredito que ninguém pede para voltar, simplesmente visita e se for de bom grado afirma que vai congregar ali.
    Aguardo retorno, e perdoe o texto 🙏🏽

    • A paz, querido amigo! Respondendo a pergunta: congregar não deve ser o resultado do convencimento por palavras humanas persuasivas. Somente o Espírito Santo pode convencer alguém verdadeiramente sobre a importância de congregar. Como diz a Palavra, “Então ele me disse: ‘Assim diz o Senhor a Zorobabel: Não por força, nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos” (Zacarias 4:6). Mas, por outro lado, entendo o zelo desse pastor por sua vida. Provavelmente ele ama você e se preocupa contigo. A estratégia dele é humana, mas o sentimento possivelmente é divino. Converse com ele e busque no Senhor uma direção. Lembrando que todos nós devemos congregar como obediência à vontade de Cristo, conforme Sua oração no Getsêmani exposta em João, capítulo 17. Grande abraço!

  2. Paz de Deus
    Eu tenho ouvido que o meu pastor e a sua esposa andam a falar de mim
    E tenho provas que ele falou do meu marido no direto
    Ele sempre fala mal de alguns crentes quando não estão por perto, então eu nem duvido que não seja verdade o que ele disse.
    Agora eu não estou conseguindo focar no culto sem duvidar de algumas palavras suas, e o meu desejo e de voltar para a igreja onde eu frequentava quando criança.
    Mas eles me disseram que como a igreja que eu frequento tem mas poder de Deus visivelmente que o que eu frequentava então eu vou morrer espiritualmente. Eu devo continuar?

    • A paz. Obrigado pelo comentário! De acordo com Mateus 23:3, entendo que podemos continuar absorvendo o que nos é ensinado mesmo que o pregador não viva aquilo que está ensinando. Então você pode trabalhar isso em sua mente para continuar crescendo espiritualmente mesmo nessas circunstâncias. Todavia, não é edificante congregar em um ambiente repleto de fofocas, pois isso revela que essa parte do Corpo de Cristo não está saudável. Coloque estas questões diante do Senhor e aguarde sabiamente pela resposta do Pai. Creio que congregar nessas circunstâncias não seja o ideal, mas talvez o Pai queira te usar nesse meio. Grande abraço!

    • Paz faz anos frequento igreja sinto bem ali meus filhos também 🙌 mas dificuldade desisti buscar Deus foram acontecendo muitas coisas ruim um dia desabafei pastora outra igreja ela pediu volta casa Deus sem ele as coisas ficam mais difícil problema ela ficou brava voltei pra minha igreja ela queria reconciala se na igreja dela me falou coisa me machucou dizendo orava por mim 😔 se eu precisasse desabafar procura se minha igreja fiquei mal missionária falou perdi forças pra volta 😞 jesus é certo isso pastor nega da conselhos pra vc só por fato vc ser outra igreja

      • A paz! Pelo que entendi, você precisou de um conselho e ele foi negado por você estar congregando em outro local, correto? Se for o caso, primeiramente: libere perdão. Nossa luta não é contra pessoas, mas contra o pecado e ele nos torna falíveis. Busque irmãos que reconhecem a Igreja como uma só, ou seja, pessoas que entendem que nós todos integramos uma mesma família para a glória de Deus. Não é saudável congregar onde uma doutrina contra a unidade da Igreja seja pregada.

  3. Olá a paz do senhor tudo bem,olha eu mudei de igreja eu frequentava a metodista e agora frequento assembleia de Deus,as duas são diferentes em algumas questões mais me sinto bem com a questão da assembleia de Deus..hoje um membro da metodista veio saber porque eu parei de ir oque tinha acontecido disse oque está acontecendo de verdade mais nada de mal aconteceu sou muito bem recebida por todos .hoje estou em duvida sera que devo voltar ou continuar frequentando a anterior mudei sem o consentimento do senhor e agora nao sei se to no caminho certo me ajuda por favor 😔😕

    • A paz do Senhor seja contigo, Alice. Entendo sua situação. Como você mesma deixou evidente no final da sua postagem, o consentimento do Senhor é de suma importância. Nos dois lugares – creio eu – você estará rodeada por irmãos na fé e isso é bom. Agora a questão é: onde o Senhor quer te usar especificamente? Coloque diante do Pai e aguarde pacientemente por uma resposta clara. Grande abraço!

      • A paz do Senhor, eu e meu marido estamos passando por uma fase complicada no que diz respeito a congregar, não estamos frequente nos cultos,e quando vamos é exposto certos pontos de vista ao invés da Palavra,sendo até pior,algumas indiretas vindo do próprio pastor.Tentamos ignorar e considerar as limitações do nosso pastor.Mas confessamos nossa dificuldade em lidar com isso. Não queremos tomar decisão precipitada.

        • Pontos de vista são perigosos e heresias não podem ser toleradas. Orem para que o Pai use a vida de vocês ou de outros para que esse pastor receba a correção necessária para conduzir as reuniões conforme a vontade do Espírito Santo. É sábio esperar atentamente mais um pouco, entretanto, deixem o Senhor guiar vocês. Não vejo como errado buscar uma congregação onde a sã doutrina é ministrada. Grande abraço!

  4. A paz de Deus!
    Olá, preciso de ajuda, então resumirei meu contexto e dúvida sem muitos rodeios.
    Eu não nasci, mas cresci num lar cristão, sendo desde pequena apresentada a Congregação Cristã no Brasil. Conheci meu marido ainda criança em uma das construções de templos da cidade em que morávamos. Nos casamos durante a pandemia, levamos todos os ensinamentos aprendidos dentro dos cultos de jovens e menores, reuniões de mocidade e demais cultos, até o último momento antes de nos casarmos. E cá estamos, há três anos juntos.
    Nos últimos meses, depois de turbilhões de acontecimentos dos últimos anos, passei a duvidar até mesmo da existência de Deus, não porque ele “deixou” de fazer algo que eu queria, mas por analisar inúmeras situações fora da minha bolha, procurar respostas e não achá-las. As muitas injustiças do mundo, as dores, as doenças, a fome… Tudo isso me faz pensar por qual motivo um Deus tão bom permite tanto sofrimento não só aos humanos, quanto aos animais e natureza que Ele mesmo criou. Ainda é uma dúvida muito latente, eu tenho sede de resposta, de entendimento, de justiça!
    Por tal motivo, passei a buscar coisas, lugares, pessoas que pudessem sanar minhas dúvidas. Encontrei então uma jovem estudante de teologia que produz conteúdo no Instagram. Aprendi coisas que me foram ensinadas toda a vida de forma errada ou aterrorizante.
    Quando então ouvi sobre a possibilidade de a igreja que frequentei toda a minha vida ser um seita. 🙂
    É claro que como boa alienada, fui pesquisar sobre o assunto, e encontrei inúmeros conteúdos que afirmavam o mesmo. Apesar de ouvir desde pequena que isso era uma injúria levantada contra nossa forma de servir a Deus. Desde então isso é assunto martelado em minha mente.
    Estou em confusão, “Deus existe? Por quê? (×) Será que devo mudar de igreja? Para qual?”.
    Conversei com meu esposo, expus minha grande questão atual, propus visitarmos algumas igrejas de nossa cidade, ele prontamente aceitou, já que, toda a vida foi proibido pelos pais de conhecer outras comunidades religiosas, pois segundo os mesmos (algo que tambem me foi ensinado) a Congregação Cristã é a “única que realmente salva”!

    • Agradeço pelo comentário e pela confiança. Se os líderes de uma congregação têm ensinado heresias e o Senhor tem te mostrado isso, fuja desse ambiente urgentemente. Se reúna com irmãos que edificarão você e sua família. E nunca se esqueça: você também foi chamada para participar ativamente da obra do Pai. Grande abraço!

    • Fui criada na assembleia de Deus, me afastei da igreja aos 14 anos. Dois anos depois de casada apareceu oportunidade de voltar pra igreja Batista bem tradicional. Meu coração nunca se sentiu satisfeito pois queria ir pra mesma que sai, mas 5 anos depois meu esposo se converte e aí ficou difícil pensar em sair e me conformei. Sempre fui atuante em todos os trabalhos da igreja, mas sempre fui perseguida, caluniada, desprezada por alguns da liderança. Mas entregava nas mãos dele Deus e continuava. Hoje sinto pior que antes, pregações são direcionadas, cheias de indiretas disfarçadas. Saio dos cultos pior que entrei, muita panelinha, fofoca, e eu quero viver o espírito santo verdadeiro em minha vida e não saber que ele cura, que dar dons de línguas, expulsar demônios, eu quero viver isso, quero ser canal de bençãos.. Quero viver o mais de Cristo. Sinto que preciso sair, mas tem meu esposo… Não sei o que fazer. Estou orando.

      • Boa tarde, Sirla, tudo bem? Agradeço pelo comentário. Entendo a sua situação. Você está agindo como um verdadeiro discípulo de Cristo: buscando-o em oração. Ele certamente lhe dará a direção. Creio que Ele transformará o coração do seu marido ou renovará as suas forças te usando para trazer luz a esta congregação. Continue firme com foco somente em Jesus e a unção do Pai te acompanhará continuamente.

          • A idade não importa, desde que deixemos de frequentar um grupo por causa de heresias. A Igreja é uma só, dividida por cidades. Sendo assim, não é possível “mudarmos de igreja” se realmente já fazemos parte de uma. E vale lembrar que o mais importante é obedecer a direção que o Espírito Santo dá.

    • Biblicamente falando, não é saudável que o casal esteja desunido dentro do Corpo, isto é, a Igreja. Se o seu marido se sente bem onde estão atualmente, ore para que o Senhor faça uma destas duas coisas: mude o coração dele ou o seu para que a vontade do Senhor seja realizada e Ele os leve, em unidade, para onde quiser. Grande abraço!

      • Pastor, vou a quase 10 anos na mesma igreja, junto com minha família. Gosto muito dos ensinamentos, da conduta dos pastores e sinto Deus verdadeiramente lá, faço parte de ministérios e grupos de oração, mas me sinto sozinha. Depois da pandemia e saída de muitos jovens da minha igreja, restou apenas a panelinha, não consigo me entrosar com ninguém é quando tento me sinto desprezada, como se não se sentissem a vontade comigo ou me quisessem lá. Desenvolvi ansiedade e não estou conseguindo trabalhar na obra porque me sinto julgada em tudo que faço. Não quero deixar a casa de Deus mas me sinto tão mal, sinto minha fé morrendo e cada vez mais cansada e desanimada em ir a igreja. Não sei o que fazer.

        • Entendo a sua situação e imagino o que deve estar passando. Antes de tudo, tentemos eliminar a ideia do julgamento social, pois isso pode ser apenas suspeitas sem fundamento, uma vez que a nossa mente adora nos pregar peças desta natureza. Quanto às “panelinhas”, fique atenta, pois é um sinal de que esta congregação não está saudável. Ore para que o Senhor te ajude na questão do entrosamento e mostre onde há dificuldades. O Pai agirá de alguma forma, tenho a certeza disso, mas esteja preparada para se aproximar cada vez mais dos irmãos. Em último caso, talvez o Pai te direcione para outro local, mas essa direção precisa ser clara e baseada na paz de Cristo, longe de qualquer mal-estar dentro da congregação.

  5. Pastor. Tenho um descontamento com alguns membros da minha congregação, gostaria de saber se posso mudar para outra igreja dentro do mesmo ministério? Pois recebo conselhos para manter firme mais a casa que edificou minha fé é a mesma que está me matando espiritualmente. Onde um dia restauraram minhas forças, sustentaram minha fé, me fortalecendo é a mesma que rasga a minha alma abrindo feridas terríveis que causa uma dor agonizante. Até oração com unção e imposição de mão, como se estivesse expulsando um demônio eu recebi por dizer a verdade. Escuto palavras profética para me manter em um local que causa angústia e sofrimento. O que faz?

    • Peça ao Pai para que Ele lhe revele claramente o que você deve fazer. Já passei por inúmeros desânimos no meio cristão e percebi que, em muitos casos, o problema era o meu ego e a minha forma de ver as coisas. Sendo franco, até hoje tenho dificuldades para lidar com as imperfeições alheias, mas estou ciente de que sou um miserável pecador presenteado pela infinita graça de Cristo, e desta mesma graça também bebem os meus irmãos. Portanto, somente o Senhor pode mostrar com clareza a direção.

  6. Pastor estava indo direitinho em uma igreja com meu ex cônjuge e depois de um tempo nos divorciamos e ele saiu da igreja e eu continuei sózinha congregando tive muitos conflitos depois disso e agora estou de banco pois antes estava no ministério servindo muitas situações tem me incomodado será que devo voltar a uma antiga igreja ou devo conversar com o meu Pastor? E esperar em oração somente com Deus antes de mudar pra antiga ajudar uma irmã no meu Ministério???? 🤔😓😔☹️

    • Que a paz do Senhor Jesus seja contigo, Deise! Entendo a sua situação, mas, antes de tudo, não podemos deixar de focar no que ocorreu contigo recentemente. Me refiro ao divórcio. O Pai não aprova o divórcio por motivo algum (exceto fornicação, que seria algo vergonhoso detectado na primeira relação sexual como, por exemplo, fica comprovado que o cônjuge mentiu e não é virgem ou, outro exemplo, possui alguma doença sexualmente transmissível e não alertou o parceiro. A lei já fornece amparo a esse tipo de situação). O meu livro “O Que a Bíblia Diz Sobre: Namoro e Casamento” traz um estudo profundo sobre o tema. Perceba que mudar de congregação não deve ser sua prioridade antes de consertar essa área em sua vida. Sei que não são palavras fáceis de receber, mas não posso ignorar um ponto grave como este. Que Deus lhe abençoe e fortaleça cada dia mais!

  7. Boa noite!
    A Paz do Senhor!
    Resolvi expor algo que aconteceu com meu esposo na igreja que a gente congrega:
    Meu esposo é levita e tem muitos chamados,convites pra louvar em outras igrejas.
    O caso é que , aconteceu um espisodio domingo em que ficamos muito chateados.
    A gente congrega na Assembleia de Deus já há seis anos mais ou menos. Ano passado mudamos de congregação mas do mesmo campo, mudamos somente por causa da distância,pois onde íamos era bem distante da nossa casa. Mas éramos muito felizes lá. Viemos próximo de casa mas domingo como eu disse aconteceu algo que ficamos muito chateados, meu esposo escolheu um louvor que a igreja não conhecia e boa parte dos membros começaram a rir dele, como eu estava no banco eu vi tudo. Lembrando que o meu pastor não tem nada haver com isso, ele é uma benção. Mas não estamos com vontade de voltar lá. Será que estamos certo?

    • Olá, tudo na paz de Deus? Agradeço pelo comentário. Realmente vocês viveram uma situação triste e sua insatisfação é legítima. Será que esta mudança de lugar estava de acordo com a vontade do Senhor? A Igreja é uma só, mas devemos estar onde o Pai quer. Por que a distância é um problema? Coloque isso diante do Senhor para que as dificuldades sejam quebradas. Posso ver facilmente o amor de vocês pela congregação distante. Se o Pai não ordenou esta mudança de local, por que não retornar? Pense com carinho e busque a direção do Senhor. Que a paz do Rei seja contigo!

  8. Ola, bem desde de pequena eu sou dessa igreja acho que eu fiquei la uns 15 anos, mas sai pq nunca me senti bem la por causa das heresias e porque eles nunca se aprofundavam realmente nas escrituras , depois que sai conheci realmente quem é Deus mas me sentia culpada por não ir a igreja então voltei e me batizei mas as heresias continuam e me sinto culpada por estar fazendo algo que desagrada a Deus, entao conversei com meu pastor, e ele falou que entedia mas nas reuniões ele fica me olhando e pregando sobre desobediência e que se eu não obedecer irei para o inferno, e diabo ira entrar na minha vida, so pq nao uso os objetos e agua ungida que eles usam nos cultos pq Jesus nao pediu para usarmos ponto de contato para falar com ele, então nao sei o que fazer continuo pedindo a Deus por uma resposta mas não consigo resolver e estou começando a me sentir fraca sera que eu deveria fazer essas coisa? Nao quero virar religiosa vendo malicia em tudo

    • Olá, a paz do Senhor seja contigo! Você mesma reconhece a necessidade de observar menos as malícias ao redor e isso é bom, pois vejo o Senhor Jesus te chamando para olhar fixamente somente para Ele. No entanto, heresias são inaceitáveis. Fuja delas! Se há heresias no meio da congregação, dedique um tempo à oração acerca disso e busque se reunir com irmãos que são verdadeiros discípulos de Cristo e vivem na verdade. O mundo espiritual não é lugar de brincadeiras. Precisamos cuidar do coração e da mente, pois o inimigo está por perto.

  9. Pode me dar um conselho. Estou a 4 anos em uma determinada congregação, porém há muito tempo já estou orando pra sair e ir para outra congregação, pois onde estou não consigo servir a Deus como antes, sempre me sinto oprimida e faço por que pedem, e não consigo fazer mais com amor. Estou pensando em ir para outra congregação por esse motivo acima, eu devo permanecer ou mudar?

    • Obrigado pelo comentário, Franciéle. Deus é contigo! Pois bem. A questão do servir com amor é algo que devemos aplicar em qualquer contexto, seja ele agradável ou não, assim como nosso Senhor e Mestre Jesus fez, pois Ele mesmo deixou a sua glória celestial e se esvaziou nos servindo como um homem de dores até a morte e morte de cruz. Cabe a nós servir e amar independentemente do contexto local e social. Quanto às suas insatisfações, é válido orar para que o Pai lhe traga a luz e uma direção clara. A questão é: onde o Senhor quer te usar atualmente? Busque a resposta no Pai até obter uma resposta clara e cheia de paz. Que Deus te abençoe!

  10. Bom eu sou de uma igreja só que eu fui visitar outra igreja daí eu sentir energia super diferente como posso explicar bom onde eu frequento não sinto muita energia parece que eles sugam toda minha energia ja a que eu visitei e totalmente diferente sinto uma energia boa me sinto bem me sinto acolhida ja a que eu frequento onde eu me converti bom aconteceu algo ruim me colocaram pra cima de um menino dizendo que eu namorava com ele enfim e isso fez com que eu saísse da igreja depôs meses voltei enfim com tudo isso eu queria saber se eu poderia sair dessa igreja onde frequento pra ir pra outra onde eu visitei mais eu conversei com eles mais ai me converti na mesma igreja que frequento mais eu aceitei jesus de coração mais nessa igreja eu não me sinto na mesma energia como antes e isso queria um conselho sobre isso

    • Agradeço pelo comentário! Não dê atenção às “energias” que tem sentido, pois, como diz a Palavra, o coração é enganoso. Além disso, o Espírito Santo não é uma energia, mas uma pessoa, e Ele habita dentro de nós. Talvez esta energia que você tem sentido seja algo ligado à motivação e não às coisas espirituais. A direção que você precisa somente o Senhor Jesus pode te dar, afinal, Ele é o nosso rei, autoridade máxima e te ama intensamente! Fale com ele. Ele quer se relacionar cada vez mais contigo, pois és uma vida preciosa para Ele. Graça e paz sobre sua vida! 😀

      • Paz do Senhor pastor! quero lhe fazer uma pergunta! Eu me converti há 18 anos a traz e congreguei me envolvi na obra do Senhor naquele ministério q me converti : so que eu mudei de estado com meu esposo, e procurei uma congregação lá pra eu continuar minha vida com Deus servindo o Senhor, só q não tou conseguindo me abituar os costumes deles aqi , ex; na minha primeira igreja nunca foi ensinado que seria pecado aparar as pontinhas dos cabelos ou tingir os cabelos, mas aqi eles pregam que é pecado eu já busquei na bibila respaldo pra esta conclusão mas não encontrei nada que me diga que tal prática é pecado, e daí eu por não aparar meu cabelo escondido ou tingir meu cabelo mesmo que seja da cor natural, sem que meu pastor perceba, ou optei por sair deste ministério, houve tbm um fato , culto em q eu dirigir, a esposa do pastor me perguntou se eu estava mestruada ,dizendo ela q a mulher nestruada fica imunda e não pode subir o pupito, eu não acreditei q em um tempo como hoje ainda tem alguém que tem este pensamento como doutrina, me ajudeai pastor ; me fala aí o que o senhor acha da minha saída deste ministério e o que direi a o pastor o motivo da minha saída, ….

        • A paz seja contigo, Maria. Obrigado pelo comentário. Realmente não há base bíblica que impeça a mulher de pintar o cabelo. Quanto à questão da impureza na menstruação, isso não se aplica ao tempo em que vivemos, uma vez que o sangue de Cristo nos purificou de todo o pecado de uma vez por todas. Ele, o Cristo, foi o sacrífico perfeito que nos torna alvos como a neve. Creio que seja necessário você congregar com irmãos que conhecem e vivem a verdadeira graça conquistada em Jesus. Busque no Senhor a direção para conversar com os líderes dessa congregação para que tudo ocorra em paz.

  11. Olá, graça e paz!
    Vou tentar resumir minha história. Nasci em um lar cristão e, desde então, sempre frequentei a mesma igreja. Meu pai é um dos pastores da igreja que vamos, com ele são três -Meu tio, a minha tia (irmã do meu pai) e meu pai- porém, desde muito cedo que eu tenho a sensação de não pertencer a esse lugar, como se eu não me encaixasse. E essa minha tia sempre teve birra comigo fora da igreja, e agora está levando para dentro da igreja também, me proibindo de fazer praticamente tudo, e só usa o púlpito para soltar indiretas e enaltecer as filhas dela e ela mesma. É uma situação muito complicada de se explicar aqui, mas é algo que está me matando espiritualmente e eu não consigo me sentir “em casa”, até na minha própria casa ela se mete e faz com que meus próprios pais não discordem dela por meio de ameaças. Eu só queria sentir Jesus novamente. Orei e entreguei ao Senhor tudo isso e pedi por uma resposta sobre o que devo fazer, e estou tendo diversos sonhos ou vendo coisas que estão me impulsionando a fazer o que o meu coração há muito tempo quis fazer, porém tenho medo de acabar decepcionando os meus pais.

    • Que a paz esteja sempre presente em seu coração, Rocha. Compreendo a sua situação. Em relação a sentir Jesus, quero te estimular a se encher Dele mesmo que todos ao seu redor estejam frios na fé, porque nossa busca por Cristo não será ignorada por Ele. Como diz Hebreus 11:6, o Senhor recompensa quem o busca. Sobre mudar de lugar, você deve seguir a direção clara do Pai e orar para não sair do grupo através de brigas. Que seu pedido principal seja para que o Pai converta os corações e traga paz, usando a sua vida como instrumento nas mãos Dele. Que o Senhor te abençoe!

  12. Aqui vai um textão….. Passando rápido pela história, vemos anteriormente uma estrutura que constituía a igreja católica aquela que era tão presa aos dogmas que tudo passava pelo papa, logo surge Martinho Lutero, As ambições de um reformador religioso do século XVI, eram principalmente voltadas para a reforma da Igreja Católica Romana. Ele buscava trazer mudanças significativas na doutrina e práticas da igreja, contestando questões como a venda de indulgências e a autoridade papal. Lutero defendia a ideia da salvação pela fé, enfatizando a importância da leitura da Bíblia pelos fiéis e sua interpretação pessoal. Suas ambições resultaram na formação da Igreja Luterana e tiveram um impacto profundo na história religiosa e como fruto estamos nos aqui influenciados pela ação do espírito santo mediante um homem.

    Dito isso quero contar um resumo do meu caso, sou da igreja assembleia de Deus por nascimento, aos 12 anos aprendi a tocar teclado, passei minha vida participando das reuniões sempre olhando de longe as outras denominações mesmo com um desejo oculto de curiosidade, meu pai que era obreiro diácono, mas não falava em linguás, por conta disso não teve muito sucesso na carreira ministerial ficando estagnado no cargo de diácono, porem graças a isso ele descobriu que esses ditos cargos são em muitas vezes utilizados para ego próprio de uma parte dos líderes que acabam ficando inflados com os seus benefícios ministeriais, isso até digo incluir a ajuda de custo da gasolina etc. então tendo toda essa bagagem de traumas de injustiças daqueles que rompiam a carreira enquanto o meu pai tinha que ficar de certa forma subvalorizado, quando um presbitero chegava ele era obrigado a passar o microfone, pois o presbítero daria continuidade ao culto, mesmo que participava mais do que os presbíteros que dos que tinha lá, todos já saíram e meu pai permaneceu por sua conversão até o atual momento.

    Mas voltando a falar de mim, meu pai por umas 2 ou 3 vezes me levou a alguns eventos da igreja renascer em cristo, e também já fui no abala são paulo que de fato embora com 13 anos não tivesse a maturidade para absorver aquelas pregações, fui infectado pela liturgia (minimalista ) o culto se iniciava, tinha uma banda que iniciava o evento com uma ( atimosfera diferente ) eram 3 a 4 músicas para logo em seguida adentrarmos na palavra, ao contrario de que na assembleia tem 4 grupos no mínimo e são tantos ensaios e se torna impraticável participar de todos embora se não ir em um o outro grupo pode se sentir prejudicado, e alguns concordam com play back e outros não.

    Dos 13 anos aos 25 passei a vida na assembleia com o suporte de minha familia ( muito importante ) porem não consigo contar as inúmeras vezes que meus irmãos e eu junto do meu pai criticamos o sistema de muitos grupos e ensaios que durava 3 a 4 horas no domingo em nome da ( obra do senhor ) então em 2019 eu comecei a trabalhar a noite, e por isso parei de cultuar, após isso comecei a visitar outras denominações, cheguei a visitar até uma tal de HILSONG aqui na vila olimpia, … dado esse fato frequentei a batista por mais ou menos 6 meses, ,então surgiu a pandemia em 2020 fomos obrigados a ficar em casa, após isso acabei me afundando na pornografice, coisa que já praticava antes porem em menor frequência.

    Após isso voltei para o ministério de raiz e até participei de uma festa da mocidade, em determinada situação cheguei a participar de uma cerimónia de ayahuasca (essa não tinha ligação com matrizes africanas embora tivesse velas ) pois estava em um momento fragilizado e também por conta de meu pai e minha mãe na época estarem muito doentes.

    Inclusive no momento do ritual senti uma repreensão, pois o efeito do suco faz nossa consciência acusar nossa própria razão, e uma das acusações era pois na noite anterior tinha ocorrido uma festa das senhoras e eu não participei, e nesse mesma veio uma forte questionamento me forçando a me perguntar o porque de não ter participado, devido as procedência duvidosa essa foi a primeira e última vez que tomei esse suco de banbu.

    De qualquer forma posteriormente voltei a ativa novamente, porem no tempo anterior da pandemia acabei me acostumando a utilizar a barba aparada mais ou menos igual à sua, embora o pastor tenha informado que não iria me proibir de participar do grupo de músicos junto com um colega, ele avisou que a ordem do ministério é que não é aceitável membro com cargos com barba completa, porem como costume o bigode é permitido, credito isso ao tempo militar pois a igreja veio dessa mesma época e inclusive uma resposta muito utilizada dentro da mesma é que; se você trabalha em uma empresa e tiver uma regra de não poder utilizar barba eu obedeceria? Então na casa de Deus é assim.

    Dessa forma comecei a ver que estaria em desobediência e rebeldia, pois estaria incentivando os mais novos a também usarem barba, ou talvez o pastor estaria me beneficiando por meus pais estarem velho e terem sido muito perenes na igreja e terem uma convivência.

    Em resumo acabei conhecendo minha esposa na assembleia e casei e tive um filho com ela que por sinal está com 2 meses, minha esposa é regente da mocidade e está ensaiando para uma festa que ocorrerá em junho, eu andei orando para Deus me dar uma resposta e nesse período deixei de participar da banda visto que estava focado em acompanhar minha esposa e estar mais em casa com ela, porem no fundo do coração eu não estava contente com a situação, então domingo agora dei uma palavra final ao meu lider informando que não mais faria parte do grupo de musicos, embora estivesse buscando uma direção de Deus, acabei por intender que realmente não se muda de igreja e Deus não fica ocupado dizendo as pessoas que igreja deve ou não seguir, ele tem muitas coisas mais importantes para se preocupar, como uma guerra na ucrania, o afunilamento dos ultimos e o arrebatamento da igreja, nesse tempo que fiquei em casa com minha esposa confesso que tive alguns conflitos com a mesma pois estava de resguardo e acabei por acessar a pornografia em alguns momentos.

    E por fim andei ouvindo umas pregações do Pall washer e realmente reforcei a crença que na verdade eu sou um pecador, eu não sou melhor do que os que estão lá na minha igreja de nascimento e é tudo besteira e vou ficar participando como membro mesmo que fique com a barba, porem eu e minha esposa ainda vamos continuar se preparando para um momento correto para voltar para batista visto que ela goste também, mesmo que seja batizada a mesma em alguns momentos gosta da batista e em outros momentos gosta da assembleia e ficamos refém dessa bipolaridade, e querendo fazer as coisas certas sem fazer as coisas de forma egoísta ou apressadas.

    Porem eu deixo o questionamento, o que você faria em meu lugar, o que jesus faria em meu lugar, será que a assembleia não está percorrendo os mesmos erros dos sacerdotes das épocas que só poderiam falar os que tivessem com mangas talares, ou a igreja católica que os membros não poderiam ler, será que não está sendo necessária uma reforma, será que uma vez nesse sistema todo questionamento será sempre considerado o meu EGO?

    • Agradeço por compartilhar tantas coisas, Rafael. Creio que seu relato poderá fortalecer as pessoas. Infelizmente encontraremos falhas em qualquer grupo, no entanto, devemos sempre caminhar em busca da vida guiada pelo amor e servidão, como nosso mestre Jesus nos ensinou. E o mais importante, falar com Deus e seguir as suas ordens. O que Jesus faria no meu lugar? Essa é a pergunta que vale ouro! Que o Senhor derrame sabedoria e alegrias abundantes sobre sua vida e família, em nome de Jesus!

  13. Paz do Senhor, Pastor.
    Ultimamente eu estou muito perturbada em relação a esse assunto. Cou começar do início. Tenho 15 anos e cresci na assembleia de Deus. Sempre fui assembleiana, e da minha família, apenas minha mãe e meu pai eram da igreja batista. Até que chegou a pandemia e tudo mudou. Durante a pandemia, paramos de frequentar os cultos, e quando a situação já estava mais estável, minha irmã, que era da assembleia, foi para igreja batista junto aos meus pais. Eu fiquei por um tempo ainda na assembleia mas depois fui lara a batista também. O grande problema é: não estou me sentindo satisfeita ultimamente. Sinto saudades do estilo do culto, dos congressos, grupo de jovens, hinos da harpa etc… Diria até que sou mais pentecostal. Na igreja batista que eu frequento não tem muita dessas coisas. Eu sinto muitas saudades da assembleia, pois cresci lá e tenho muias memórias afetivas de lá. E hoje, me sinto como se não tivesse me acostumado de ter saido de lá. Eu sinto vontade de voltar mas o problema é: as pessoas. As pessoas de lá (os assembleianos) normalmente ou a maioria, veem com maus olhos pessoas de outras congregações. Algumas até deixaram de dar a paz para nós. Há muita fofoca, em relação a isso. E eu infelizmente me importo com o que as pessoas pensam de mim, então não sei se conseguiria voltar pra lá. Eu sinto como se tivesse tomado a decisão de mudar de igreja por impulso, aquele sentimento de “Maria vai com as outras”… Mas sinto muita falta de lá, e não sei se conseguiria e nem se seria uma decisão sábia voltar. Quando penso no meu futuro, me vejo casada com alguém de lá, os rapazes da minha igreja atual, não me agradam muito, gosto mais dos que usam terno, mais tradicionais, e não tão modinha sabe. (Desabafo de uma adolescente cristã rsrs) mas basicamente é isso, queria voltar, não sei como e nem se consigo ou se seria uma boa decisão.

    • Que a paz seja com você sempre, Dhara! Obrigado pelo comentário. Creio que o melhor, neste momento, seja se apegar à simplicidade de Cristo. É muito importante conviver bem com os irmãos e isso deve ser uma de nossas prioridades, mas o mais importante é se aproximar cada vez mais de Jesus e isso nos torna simples. Quando estamos tomados por essa simplicidade divina, os costumes não nos atraem mais (como, por exemplo, rapazes de terno ou eventos para jovens). Seu noivo, Jesus, te guiará em cada passo. Talvez o foco aqui não seja qual congregação frequentar, mas simplificar os conceitos acerca da convivência com irmãos e tradições. Você é uma vida preciosa e o Pai não te abandonará nesse dilema. Grande abraço! 🙂

  14. Eu e meu esposo congrega vamos na mesma igreja,só que ele decidiu mudar de igreja porque aconteceu muitas coisas e ele não estava mais se sentindo bem lá , e eu entendo pq infelizmente vemos nosso pastor sem direção nenhuma do Senhor e isso tem afundado a igreja, só que eu vejo a obra tão necessita que fico com pena da igreja, agora estou confusa se devo seguir meu marido ou não , estou orando ao Senhor e pedindo direção, pq pessoas da onde congrego só sabem dizer que meu esposo não está na direção de Deus e ele pode pagar preço, eu sei que precisávamos da direção do Senhor só que até o momento só tive o silêncio de Deus , e isso tem me deixado cada dia mais agoniada e ansiosa, nem consigo dormir direito me sinto perdida

    • Que a paz te acompanhe sempre, Andressa. Continue firme em oração e siga o seu marido, pois ele é o cabeça de seu lar e a divisão deve ser evitada. Ore para que o Pai o direcione com clareza neste momento. Quanto às pessoas que dizem que vocês estão fora da direção do Pai, a questão que deixo é: como elas conhecem os pensamentos que são mais altos do que os nossos? Quem pode compreender os desejos profundos do Senhor? Se não está fora da Palavra, como sabem quem está fora da direção do Pai? Que o discernimento de espíritos seja rotina na vida de vocês a partir de hoje. O Senhor é contigo!

  15. Pastor paz, me tire uma duvida eu morava na Bolivia e vim para o Brasil e fui direto procurar uma igreja no inicio, eu vi a a igreja legal a visão boa, com o passar do tempo fomos percebendo Que o nosso pastor pregava fora da biblia, entrou numa visao de desbloQueio de mente, tipo me sinto um adroide, meu esposo nao Quer sair, e fico perdida estou morrendo espiritualmente. recente mente ele disse Que viver junto não é pecado, disse a partir do momento |Que você tem relaçao ja tem alianca de sangue ja e casada. sinceramente fico vendo ele falar um monte bobagens e me pergunto oQue eu estou fazendo aQui Queria ter forças para sair

    • A paz do nosso querido Pai, Auricelia. O marido foi constituído como líder dentro da família, portanto, eu jamais poderia te aconselhar a congregar em outro local distante do seu marido. Satanás se aproveitaria dessa divisão e não queremos a destruição da família. Ore para que o Senhor direcione o seu marido. Ore bastante. O Senhor encherá o seu coração de paz. Em relação às heresias, se encha da Palavra de Deus, você e seu marido, e todas as mentiras perderão forças.

      • A paz pastor. Preciso de um conselho. Estou na mesma igreja há 38 anos. Essa igreja é pentecostal com usos e costumes. Acontece que temos um Filho de 5 anos e é só ele e meu sobrinho de criança. Minha preocupação é se quando ele crescer um pouco mais e perder a vontade de congregar por nao ter adolescente na idade dele. Ja venho orando sobre isso, nesse caso é legítimo a mudança de igreja? Entendo que não devo fechar os olhos pra isso, estou certo ? Para informação, nossa igreja tem apenas 12 membros e eu sou auxiliar do pastor local que é meu pai.

        • Olá, querido irmão. Obrigado por participar. Sua preocupação é legítima, porém, somente o Senhor dará a direção correta. Talvez essas duas crianças sejam vidas usadas por Deus futuramente para iniciar um movimento jovem em sua congregação local. Todos os grandes avivamentos começam por uma ou poucas pessoas. Jesus iniciou seu ministério com 12 apóstolos bem fundamentados que mudaram o mundo. O número de membros, sejam adolescentes ou adultos, não importa diante do poder de transformação do Pai. Ora, se houver outros motivos que causem insatisfação, busque no Senhor a mudança e seja a mudança, se assim Deus ordenar. Grande abraço!

        • Um JOVEM pecou, confessou ao Líder. E Mas o Líder, Pastor, pregava tudo que o irmão confessou e a Igreja começou a perceber q o pastor falava do irmão… O irmão não conseguiu e pediu transferência p outra igreja… O IRMÃO AGIU MAL??

          • Olá, Ferdinandez, tudo na paz? Obrigado pelo comentário. Bom, somente o Senhor vai saber dizer, pois Ele conhece todas as coisas e é perfeitamente justo. Púlpito não é lugar de indiretas, todavia, é válido investigar para saber se o inimigo não plantou mentiras acerca da Igreja. Por exemplo: “veja só, todos estão olhando para você… pois sabem sobre o seu pecado!”. O acusador é muito esperto e convincente. De qualquer forma, jamais se esqueça da necessidade de perdoar. Foque no direcionamento do Espírito Santo. Grande abraço!

  16. A paz do Senhor Jesus,
    Congrego em uma igreja há seis anos e sempre me senti muito bem lá, porém de uns anos para cá vieram pessoas de fora para congregar conosco e essas pessoas mudaram muito a essência da nossa igreja, hoje já não me sinto tão à vontade lá, não quero falar mal da minha igreja pois me acolheram muito bem quando cheguei com muito amor, carinho e atenção, e diga-se de passagem que naquele momento eu precisava muito disso, mas hoje está muito diferente tanto que penso muito em mudar de igreja. O que muito me incomoda são pessoas que pregam o que não vivem, que fazem do Altar um lugar para animar plateias, fazem do altar lugar para se torarem estrelas, e tem algumas coisas que não estão de acordo com a palavra, muita permissividade. Não sei se o pastor tem medo de que se ele corrigir, as pessoas saiam e vão para outras igrejas… pois ele é um pastor muito amoroso, não tenho o que falar dele muito pelo contrário não tenho nada absolutamente nada a falar mal dele.
    Não me sinto bem falando essas coisas mas eu ando muito confusa sem saber que rumo tomar o que devo fazer?

    • Que haja alegria sobre sua vida! Você deve orar para que o Senhor ajuste o que está desajustado entre seus irmãos. Devemos pensar sobre a possibilidade onde o Pai quer usar a sua vida para mudar essa situação. Ore para que o Espírito Santo crie oportunidades onde você possa se abrir e expor amorosamente os pontos que citou. Que o Senhor te use poderosamente!

  17. A paz do senhor !

    Meu pai é pastor, tem três filhos , uma mora longe mas eu e minha irmã mora próximo a ele na mesma cidade, eu congrego com o meu pai/pastor e sou levita, porém a minha irmã não congrega com ele pois ela fala que ele é muito rígido por ser penteacostal e ela é mais pro tradicional ! Por conta disso o meu pai acha que ela o desonra os seus ensinamentos e não segue , fica muito triste com isso ! Ele se preocupa com o que a igreja fala sobre por ela não congregar com ele . Enfim ! É errado eu não congregar com o meu pai pastor,discordar dos seus ensinamentos , estou o desonrando ?

    • Olá, Hadonay. Que a paz do Senhor seja contigo. A Palavra nos manda honrar pai e mãe. Devemos focar nesse mandamento principalmente enquanto estamos sob a autoridade total deles, isto é, antes do casamento que é o “deixar pai e mãe”. Caso você já tenha a própria família e deixou pai e mãe para se unir a uma esposa, você é livre para congregar em outro local com a bênção de Deus. Caso contrário, peça ao Senhor que ajuste essa situação tocando o coração do seu pai, da sua irmã e dê sabedoria a você. O Senhor não se agrada com a desunião familiar. Uma família fragilizada é alvo fácil do inimigo. Que o Senhor restaure a paz nessa família, em nome de Jesus.

    • A paz, Gabriel. Obrigado pelo comentário. Uma dica: não confie em seu coração. O mundo nos aconselha a “seguir o coração”, mas a Palavra diz que o coração é enganoso (Jeremias 17:9), ou seja, tem o hábito de enganar. Deixe o Pai falar com você verdadeiramente, principalmente através das Escrituras. O Senhor não tem prazer na divisão da Igreja, pelo contrário, Ele tem prazer pela unidade dos irmãos (Salmos 133). Heresias têm sido ensinadas na congregação? Se não há heresias, peça ao Senhor que te dê amor pelas pessoas ao seu redor e para que você seja luz nesse lugar.

  18. A paz do Senhor.
    Ultimamente não tenho me sentido bem na minha igreja. Já levei isso ao Senhor.
    Amo minha igreja e os membros, nunca tive problemas com nenhum. Porém a doutrina é um pouco “rígida”, e meu maior motivo para sair é esse.
    Sei que isso pode ser vaidade, mas as vezes só queria usar uma calça para sair, ou cortar o cabelo e pintar a unha.
    Não sei o que fazer e tenho receio de falar isso com outra pessoa, por que sinto que irão me julgar. E tenho medo de não achar outra igreja a qual eu me sinta bem.

    Queria algum conselho sobre o que fazer.

    • Olá, Rebeca. Obrigado pelo comentário. Não seguimos regras humanas, mas sim, a vontade do Espírito Santo. O Senhor se incomoda com sua calça, seu cabelo cortado ou sua unha pintada? O que Jesus nos ensinou durante seu tempo neste mundo? O que as epístolas dos apóstolos nos dizem a esse respeito? Deixe o Pai falar profundamente com você através das Escrituras e você terá uma resposta. Quero evitar expor qualquer posicionamento meu. Em vez disso, quero que você tome suas próprias conclusões através da Palavra e da revelação do Espírito Santo acerca dessas coisas. Recomendo, em especial, a epístola aos Romanos. Deus abençoe sua vida abundantemente, em nome de Jesus. 🙂

Deixe um comentário

Entrar em contato