O Amor Pode te Libertar

Há pouco tempo, durante meu tempo secreto com Deus, refleti a respeito do desânimo visível na vida de muitos irmãos. O Pai me mostrou que tais pessoas não estão nesse estado por serem monstros ou lobos vestidos de ovelhas, mas sim, por não conhecer o Senhor como deveriam. Inclusive eu mesmo muito pouco conheço sobre Jesus. Talvez você pense que já conhece Jesus o bastante… Terrível engano! O capítulo 17 do livro de João nos revela que é necessário uma eternidade para conhecer o Senhor por completo. E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. – João 17:3 As fortalezas, sofismas, altivez, maus pensamentos e até mesmo o desânimo existem porque ainda não conhecemos Jesus como deveríamos conhecer. À medida que conhecemos o Senhor Jesus, somos libertos. Replicou-lhe Jesus: Se conheceras o dom de Deus e quem é o que te pede: dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva. – João 4:10 Se soubéssemos aquilo que o Pai tem para nós e conhecêssemos Jesus profundamente, pararíamos de agir pela força dos próprios braços e simplesmente pediríamos a Ele o que queremos e precisamos e Ele agiria nos dando água viva. Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente, sereis meus discípulos e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. – João 8:31‭-‬32 A Verdade nos libertará! Mas como conheceremos a Verdade? A Verdade é uma pessoa: Jesus. Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim. – João 14:6 Deus é tão misericordioso que nos revelou através da Palavra um ótimo caminho para conhecê-lo: o amor. Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. – 1João 4:7‭-‬8 Aquele que ama conhece a Deus. Quanto mais amamos, mais conhecemos ao Senhor. Quanto mais conhecemos ao Senhor, mais nos sentimos amados. Quando mais nos sentimos amados, mais somos libertos das nossas prisões interiores. Vale lembrar que o amor é uma prática e não somente um sentimento. Ninguém jamais viu a Deus; se nós amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor. – 1João 4:12 E nós conhecemos e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor e quem está em amor está em Deus, e Deus, nele. Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no Dia do Juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo. No amor, não há temor; antes, o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor. – 1João 4:16-‬18 Mas, sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros, porque o amor cobrirá a multidão de pecados. – 1Pedro 4:8 O amor lança fora o medo, desânimo, dúvidas, ansiedade, rancores, orgulho, etc… pois é impossível conhecermos a Luz e não sermos transformados/curados. Todos os seus problemas se tornarão menos do que nada diante da grandeza de Cristo. A vida começará a valer a pena quando conhecermos Jesus um pouco mais todos os dias. Nisto consiste a eternidade que já começou em nossas vidas. – Sermão ministrado por Danilo H. Gomes, dia 17/10/93 em Araçatuba/SP.

Deixar uma resposta