O Contentamento e a Idolatria

Quando falamos sobre idolatria, a maioria automaticamente pensa em estátuas dos mais variados tipos. A idolatria vai muito mais além! E o que o contentamento tem a ver com tudo isso? Vamos analisar primeiramente o que é ser contente. Basta uma rápida pesquisa para descobrir que contentamento é mesmo que satisfação. Ser contente é estar satisfeito com tudo o que tem. Alegrem-se sempre. Orem continuamente. Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus.
1 Tessalonicenses 5:16-18 Deus tem esta vontade. Ele deseja que seus filhos estejam satisfeitos com as bênçãos que têm recebido. Nenhum Pai se alegra ao ver um filho reclamão mesmo rodeado de vários presentes. O sustento do Senhor deve ser para nós constante motivo de alegria. Note que não incentivo o crescimento da acomodação. Ser acomodado é cruzar os braços diante da irresponsabilidade, ou seja, é necessário o crescimento, mas o sujeito se recusa a lutar. Ser contente é ter satisfação naquilo que já se tem, o que não anula a luta pelo que se pode ter, segundo a vontade do Senhor. Quando olhamos para os detalhes da vida e percebemos a grandeza em tudo isto, nasce no coração do homem o sentimento de gratidão. O alimento diário, a água do chuveiro, a cama confortável, o cobertor que nos mantém aquecidos… Tudo é bênção de Deus! A própria vida em si é um grande presente. Sendo assim, por que não agradecer pelas demais coisas? Por que não estar satisfeito? Deus quer isso de nós por estarmos salvos e protegidos em Cristo Jesus. E a idolatria? Qual é a conexão? A idolatria age como o extremo oposto do contentamento¹. Pense comigo. Quando não estamos contentes com a vida que o Senhor tem nos dado, abre-se espaço para que outros elementos do mundo pareçam ser a fonte de uma felicidade que não encontramos em Jesus. Como consequência da falta de satisfação e felicidade, buscamos intensamente outras coisas para suprir as carências da alma, deixando assim, Jesus em posição secundária ou abaixo disto. Nos prostramos ao dinheiro, sucesso, fama ou qualquer outra ilusão que nos prometa satisfação, pois não estamos contentes com o atual agir de Deus. Jesus deve ocupar o trono, o primeiro lugar. Nada e nem ninguém pode ocupar o lugar Dele em nossos corações. Se ainda há carências, busque o Senhor. Ele lhe dará o suficiente. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.
Mateus 6:33 Alegre-se no Senhor. Ser alegre é ser contente. Ser contente é estar satisfeito. A satisfação nos leva à gratidão. Enfoque os inúmeros presentes que Deus, em sua infinita misericórdia, tem dado a você e seja feliz hoje, agora, em Jesus Cristo. Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração.
Romanos 12:12 Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se!
Filipenses 4:4 APÊNDICE 1: Pensamento baseado no livro “Kriptonita: Como destruir o que rouba a sua força” do autor John Bevere. Ele estabelece a relação entre a idolatria e a falta de contentamento de maneira brilhante e compreensível. Encontre este livro na Amazon Brasil.

Deixar uma resposta