O Homem, Deus e a Analogia dos Números

Leia gratuitamente três livros por mês através do aplicativo do autor (Android).

Quando observamos a ciência com diligência, facilmente percebemos significados profundos que falam sobre a humanidade e o Criador de todas as coisas. O que a matemática nos diz sobre isso? Muita coisa!

mathematics computation

Refletindo recentemente sobre o amor de Deus revelado através das mais variadas coisas, encontrei rico significado em relação aos números 0 e 1. Calma… este artigo não será uma perda de tempo.

O Homem e Deus

Os números 0 e 1 representam claramente a situação do ser humano perante Deus desde o início dos tempos. Quando Adão – que poderia ser comparado ao número um – desobedeceu o Pai Perfeito comendo o fruto proibido, seu espírito foi morto pelo veneno do pecado (Gn 2:16-17, Ef 2:1). Naquela condição pós desobediência, Adão era como o número zero, isto é, nada além de nada, morto em seu interior.

A humanidade então passou a ser suja pelo pecado, espiritualmente morta e incapaz de se aproximar do Senhor e de sua natureza perfeitamente justa. Éramos como o número zero: inúteis, ineficientes, dispensáveis e impossibilitados de crescer.

Agora a matemática nos mostra algo rico em significados. Por mais que o número zero tente se aproximar do número um através de qualquer equação matemática utilizando seu próprio valor, é impossível realizá-lo.

0 + 0 + 0 + 0 + 0 + 0 = 0

Salvação Pela Graça

Você pode multiplicar o número zero um trilhão de vezes, todavia o resultado será sempre zero. O que isso nos diz? O ser humano pode tentar se aproximar de Deus pela força dos próprios braços, mas tal esforço será em vão, pois a santidade do Senhor é inalcançável por meios humanos.

Não importa quais regras religiosas sejam aplicadas ou quantas orações sejam feitas, nada disso pode salvar o ser humano espiritualmente morto. Somente um sacrifício milagroso pode quebrar a distância entre o número zero e o número um (Ef 2:8).

Participe agora mesmo do canal do autor no Telegram para participar dos sorteios semanais!

Diante dessa complexa situação, Deus Pai elaborou uma forma de unir novamente o homem ao seu Criador: enviou seu filho Jesus, perfeito em mente, espírito e obras (1Pe 2:22), para nos purificar do pecado que abriu o abismo infinito entre o Pai e seus filhos amados, trazendo-nos a ressurreição (Cl 3:1).

A ponte que liga o ser humano caído ao Criador perfeitamente justo é a morte sacrificial do Filho santo de Deus.

Nossa Situação Hoje

Talvez você ainda seja como o número zero, entretanto, há uma boa notícia para você! Você não precisa se martirizar para se unir ao Senhor de todas as coisas, o número um do universo. Houve um Cordeiro Santo que se sacrificou no seu lugar e construiu a ponte que te liberta do eterno e infinito abismo.

Conheça o santo poder de Jesus e seja transportado das trevas para a luz (Cl 1:13-14). Você não será mais como o número zero. Será santo, limpo do pecado e livre para crescer em todas as áreas da sua vida através do poder do Espírito Santo mediante o sangue sacrificial de Cristo.

white and red arrow sign

O número 0 através de uma equação milagrosa agora pode se tornar o número 1

1 + 1 + 1 + 1 + 1 + 1 + 1 + 1 = infinito (temos muito crescimento pela frente)

Glorificado seja o nosso Deus por isso!

Conheça os testes gratuitos para descobrir seu temperamento, medir sua ansiedade, etc.

2 comentários

  1. Seus livros Danilo H. Gomes são tesouros. Amo lê-los e relê-los. Atualmente estou lendo e relendo “A chave da liberdade emocional” no play livros. Tem falado tanto comigo que retorno páginas lidas para massificar o aprendizado. Você é um instrumento do Senhor. Glória a Deus por sua vida e pelo dom excepcional que Ele te concedeu!!

    • Fico imensamente grato pelas suas palavras tão motivadoras! Com certeza você foi boca de Deus para me motivar! Fico feliz que este trabalho esteja te edificando. Que o nosso Pai te abençoe cada vez mais! Grande abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *