Passado, Presente e Futuro: Como Enxergar?

Leia gratuitamente três livros por mês através do aplicativo do autor (Android).

Texto para estudo: o abandono e a ascensão de José (Gn 37-41)

O SOFRIMENTO DE JOSÉ

Provavelmente tinha 17 anos quando foi vendido como escravo pelos próprios irmãos (Gn 37).

Como escravo, ganhou a confiança de Potifar, oficial egípcio de prestígio, mas foi preso injustamente (Gn 39).

Interpreta, com clareza, os sonhos de dois prisioneiros, porém foi esquecido (Gn 40).

Analisaremos a situação de José nesse ponto. Mesmo desprezado, injustiçado e esquecido, jamais deixou de enxergar o Senhor no passado, presente e futuro.

PASSADO

Às vezes parece que Deus nos esqueceu. Temos a impressão de que, talvez, Ele nunca tenha agido em nossas vidas. José poderia ter pensado assim, todavia não temos o relato de qualquer reclamação dele.

Tu me viste quando eu ainda estava no ventre; cada dia de minha vida estava registrado em teu livro, cada momento foi estabelecido quando ainda nenhum deles existia. – Salmos 139:16

Aos nossos olhos, o agir do Senhor parece moroso ou inexistente. O que deixamos de considerar é que este agir ganha forma com o tempo e quando paramos para refletir sobre o passado, vemos a mão de Deus.

Deus fala, mostra, cura… e em tudo isso vemos Ele. Também conseguimos enxergá-lo nas pequenas circunstâncias da vida?

PRESENTE

Como não enxergamos o agir do Pai no passado, deixamos de descansar no tempo presente. Achamos que Deus nos esqueceu e que nossas vidas seguem desgovernadamente.

No passado de José havia desprezo. No futuro, havia desesperança, afinal de contas, quais são as chances de um prisioneiro hebreu superar aquela situação? Mesmo assim, ele não murmurou. Continuou seguindo firme, sendo um excelente trabalhador inabalável em sua santidade.

Só temos paz no presente quando vemos o Senhor no passado e no futuro. É como diz Mateus, capítulo 6:

“Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘O que vamos comer? O que vamos beber? O que vamos vestir?’. Essas coisas ocupam o pensamento dos pagãos, mas seu Pai celestial já sabe do que vocês precisam. Busquem, em primeiro lugar, o reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão dadas. ‘Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará suas próprias inquietações. Bastam para hoje os problemas deste dia.’ “- Mateus 6:31‭-‬34

Participe agora mesmo do canal do autor no Telegram para participar dos sorteios semanais!

FUTURO

Há pessoas que não enxergam Jesus no futuro e, por isso, vivem a vida apressadamente constantemente sob o controle do medo. Não acreditam no amanhã porque ainda não aprenderam a crer em Deus.

José poderia temer o futuro. Ele havia recebido dois sonhos do Pai (Gn 37), mas ainda não tinha as revelações.

Provavelmente ouviu histórias incríveis sobre experiências do pai (Jacó), avô (Isaque) e bisavô (Abraão) com Deus… mas quais experiências do mesmo nível José havia tido? Ele poderia se achar menor, esquecido, desprezado por Deus. Mesmo assim, se manteve firme.

Vale lembrar que, na época de José, não existia as Escrituras Sagradas. José creu nos princípios que recebeu com surpreendente fé. Hoje temos as promessas da Palavra e a garantia de um futuro vitorioso em Cristo. Por que tememos?

O AGIR DE DEUS

Tudo depende da maneira como vemos as coisas. Vamos observar novamente a história de José, mas agora veremos o agir de Deus.

Recebeu dois sonhos proféticos do Senhor (Gn 37).

O Senhor fez com que José fosse bem sucedido na casa de Potifar lhe dando sucesso em tudo o que fazia (Gn 39).

Recebeu sobrenaturalmente a revelação dos sonhos do copeiro e do padeiro (Gn 40).

Finalmente, com 30 anos, tornou-se a segunda maior autoridade do Egito (Gn 41).

JOSÉ ENTENDE A FORMA DE DEUS AGIR

Portanto, foi Deus quem me mandou para cá, e não vocês! E foi ele quem me fez conselheiro do faraó, administrador de todo o seu palácio e governador de todo o Egito. – Gênesis 45:8

José ficou firme no Senhor. Não questionou nem reclamou. Ele entendeu que todos os desafios que surgiram no caminho cooperaram para o seu bem. Mesmo sem entender, não desistiu. Quanto ao futuro, entregou aos cuidados do Pai. Enxergou Deus nos três tempos – passado, presente e futuro – e entrou para a história.

Quando as murmurações e questionamentos surgirem, olhe para o seu passado e veja o agir de Deus. Uma vez que o Senhor te acompanhou, é certo que hoje Ele está ao seu lado e continuará por toda a eternidade.

– Sermão ministrado por Danilo H. Gomes, dia 30 de Janeiro de 2022 em Araçatuba/SP.

Conheça os testes gratuitos para descobrir seu temperamento, medir sua ansiedade, etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *