Riqueza: O Que Jesus Acha Disso?

Leia gratuitamente três livros por mês através do aplicativo do autor (Android).

Raramente encontraremos pessoas que não desejam a riqueza ou, pelo menos, a estabilidade financeira. Buscar melhor qualidade de vida não é pecado. Temos, por exemplo, bons conselhos financeiros no livro de Provérbios. Todavia, Jesus nos mostra uma visão interessante a respeito deste assunto.

Vamos voltar no tempo até o conhecido episódio do Jovem Rico.

Quando Jesus ia saindo, um homem correu em sua direção, pôs-se de joelhos diante dele e lhe perguntou: “Bom mestre, que farei para herdar a vida eterna? ” Respondeu-lhe Jesus: “Por que você me chama bom? Ninguém é bom, a não ser um, que é Deus. Você conhece os mandamentos: ‘não matarás, não adulterarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não enganarás ninguém, honra teu pai e tua mãe’”. E ele declarou: “Mestre, a tudo isso tenho obedecido desde a minha adolescência”. Jesus olhou para ele e o amou. “Falta-lhe uma coisa”, disse ele. “Vá, venda tudo o que você possui e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu. Depois, venha e siga-me”. Diante disso ele ficou abatido e afastou-se triste, porque tinha muitas riquezas. Jesus olhou ao redor e disse aos seus discípulos: “Como é difícil aos ricos entrar no Reino de Deus! ” – Marcos 10:17-23

Tiramos duas preciosas lições desta passagem em relação à riqueza. Reflitamos.

Sentiu Compaixão de um Rico?

Veja só, que interessante. Jesus olhou para aquele jovem empolgado e aparentemente dedicado e sentiu amor. Houve compaixão em Cristo. Agora pense comigo… Jesus não estava diante de um cego, ou paralítico, ou mendigo, ou prostituta, ou viúva, mas sim diante de um jovem muito rico. Segundo o que lemos, o jovem “tinha muitas riquezas”.

Jesus sentiu compaixão de alguém que financeiramente estava tocando os céus. Isso nos prova o fato de que Deus não leva em consideração as riquezas materiais que o indivíduo possui. Deus enxerga até a mais pura miséria no coração dos homens mais ricos do planeta.

Concluímos que, de fato, Jesus não se importa com quantas cédulas de R$ 100 (ou R$ 200 se considerarmos os tempos atuais) você tem na carteira. Ele vê o seu coração. E você pode ajuntar riquezas espirituais. A grande vantagem, neste caso, é que o governo não taxará impostos sobre este tipo de riqueza (que alívio!).

Ricos Podem Entrar no Reino do Céu?

Há pessoas que chegam ao extremo oposto de afirmar que nenhum rico entrará na Nova Jerusalém. Não há nenhuma base bíblica para tal afirmação, pelo contrário, temos o exemplo do rei Davi que é citado no notável versículo dos heróis da fé (Hebreus 11:32-34), contudo sabemos que Davi foi muito rico. Ele foi um dos maiores reis de Israel. Davi chega a ser descrito como um “homem segundo o coração de Deus” (Atos 13:22).

Participe agora mesmo do canal do autor no Telegram para participar dos sorteios semanais!

Apesar disso, vemos claramente Jesus falando sobre como é difícil um rico entrar no Reino dos Céus. Em outro evangelho (Mateus 19:24) Jesus chega a dizer que “é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus”. É bem provável que aqui Jesus estivesse se referindo às entradas estreitas muitas vezes chamadas de “agulhas” pelos povos semitas (mas não há um consenso quanto a isso).

De qualquer forma, ainda dentro do contexto da passagem do jovem rico, Cristo nos revela que a salvação através do próprio homem é impossível, seja rico ou seja pobre.

Ao ouvirem isso, os discípulos ficaram perplexos e perguntaram: “Neste caso, quem pode ser salvo?” Jesus olhou para eles e respondeu: “Para o homem é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis”. –  Mateus 19:25,26

Conclusão

Entendemos que Jesus não leva em consideração a sua riqueza ou pobreza material. Ele também nos deixa claro a impossibilidade do homem se salvar. Só nos resta concluir que não é pecado desejar ser rico, mas a sua situação financeira não é nem um pouco relevante para Deus. Além do mais, a riqueza pode dificultar a jornada cristã suscitando tentações ainda mais fortes do que as presentes na vida dos pobres.

Para finalizar, ressalto um conselho em que vemos Jesus nos instruindo a gastar mais energia para obter riquezas espirituais do que riquezas materiais.

Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração. – Mateus 6:19-21

Busque sim uma melhor qualidade de vida, mas que esta busca esteja em segundo plano em sua vida. Deixe o trono do seu coração, dos seus desejos e sonhos para o verdadeiro rei: Jesus Cristo.

Conheça os testes gratuitos para descobrir seu temperamento, medir sua ansiedade, etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *