Você Tem um Deus “de Perto” ou um “Deus de Longe”?

Leia gratuitamente três livros por mês através do aplicativo do autor (Android).

Quando falamos sobre Deus, uns se assustam e outros se alegram. Existem dois tipos de pessoas: as que tratam Deus como um pai cheio de amor e as que tratam Deus como um juiz distante. Em qual categoria você se encaixa?

Percebemos esta distinção claramente mediante a oração de cada um. Mesmo no momento secreto de intimidade com o Senhor, alguns cristãos começam a sua oração desta maneira:

– Oh, Senhor majestoso. Diante da sua sublime presença agora eu entro. Em humildade indescritível, exponho diante dos seus olhos gloriosos todas as minhas falhas…

Por outro lado, há pessoas que iniciam a oração assim:

– Papai, muito obrigado por mais um dia! Sabe, Pai, hoje eu não tô muito legal. Te peço desculpas pelos erros que cometi… me arrependo. E agora peço sua ajuda, paizinho, porque a situação não tá fácil…

Que diferença gritante, não? A primeira oração trata Deus como se Ele fosse um rei muito distante, quase inalcançável. De fato, Deus é infinitamente poderoso e está imensuravelmente distante em grandeza do ser humano pecador.

Participe agora mesmo do canal do autor no Telegram para participar dos sorteios semanais!

No entanto, temos uma ponte perfeita que nos liga ao Pai hoje. Esta ponte se chama Jesus. Ele pagou todos os nossos pecados. Seu sangue é capaz de purificar-nos completamente. Consequentemente, hoje temos liberdade diante do Senhor e podemos enxergá-lo como um Deus “de perto“.

Não estou afirmando que você deva tratar o Senhor como se Ele fosse qualquer um, é claro! Jamais deve haver desrespeito ou desdém. Todavia, não podemos deixar de tratá-lo como Pai. Na realidade, Deus é mais pai do que nossos próprios pais biológicos.

Faça este exercício. Mude a sua forma de orar. Fale com o Senhor com o coração puro, sincero. Dispense palavras bonitas se não for o que o seu coração realmente queira dizer. O Pai quer te ouvir, não somente como servo, não somente como um pecador arrependido, mas como filho íntimo.

Portanto, irmãos, temos plena confiança para entrar no Santo dos Santos pelo sangue de Jesus, por um novo e vivo caminho que ele nos abriu por meio do véu, isto é, do seu corpo. Temos, pois, um grande sacerdote sobre a casa de Deus. Sendo assim, aproximemo-nos de Deus com um coração sincero e com plena convicção de fé, tendo os corações aspergidos para nos purificar de uma consciência culpada e tendo os nossos corpos lavados com água pura. – Hebreus 10:19-22

Conheça os testes gratuitos para descobrir seu temperamento, medir sua ansiedade, etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *