Nem Sempre Deus Vai te Responder, Mas Sempre Vai te Socorrer

Não sei exatamente o porquê, mas vários cristãos creem que uma pequena parcela da humanidade consegue ouvir perfeitamente a voz de Deus constantemente. Se há alguma pessoa neste nível eu não sei, mas se você conhecer alguém, por favor, me apresente. Em certos momentos da vida, acreditamos que Deus não está querendo se comunicar conosco por causa do pecado que há em nós. É como se achássemos que somos inferiores aos demais filhos do Pai. A questão é: quem merece alguma bênção do alto? O mesmo Espírito que habita em nós hoje é o mesmo que habitou em Jesus Cristo há milênios. Uma vez que Cristo habita em vocês, embora o corpo morra por causa do pecado, o Espírito lhes dá vida porque vocês foram declarados justos diante de Deus. E, se o Espírito de Deus que ressuscitou Jesus dos mortos habita em vocês, o Deus que ressuscitou Cristo Jesus dos mortos dará vida a seu corpo mortal, por meio desse mesmo Espírito que habita em vocês. – Romanos 8:10,11 Entenda: se temos Cristo como Senhor, então em nós habita o Espírito Santo, entretanto, nem sempre ouviremos claramente a sua voz. Nem sempre sentiremos seus santos impulsos. Às vezes simplesmente Deus não diz nada. A Bíblia comprova isso, quer ver? Acompanhe comigo. [Pedro disse] “Agora, portanto, devemos escolher um dentre os homens que estiveram conosco durante todo o tempo em que o Senhor Jesus andou entre nós, desde que ele foi batizado por João até o dia em que foi tirado de nosso meio e elevado ao céu. O escolhido se juntará a nós como testemunha da ressurreição”. Então indicaram dois homens: José, chamado Barsabás e conhecido também como Justo, e Matias. Em seguida, oraram: “Senhor, tu conheces cada coração. Mostra-nos qual destes homens escolheste como apóstolo para substituir Judas neste ministério, pois ele se desviou e foi para seu devido lugar”. Então lançaram sortes e Matias foi escolhido como apóstolo, juntando-se aos outros onze. – Atos 1:21-26 Veja só, que engraçado! O apóstolo Pedro orou a Deus juntamente com os demais discípulos de Jesus pedindo por um direcionamento sobre qual discípulo deveriam escolher para substituir Judas, o traidor. No versículo 26 temos o desfecho desta história: “então lançaram sortes”. Ora, se Deus houvesse dado a direção, por que lançariam sortes? Obviamente Deus não respondeu as orações. Por que? Só Ele sabe. Alguns poderiam argumentar: “Danilo, tudo isso foi antes do batismo pelo Espírito Santo!”. Pois bem, então agora vamos para outro exemplo. [Paulo suplicou a Deus pedindo por cura] Em três ocasiões, supliquei ao Senhor que o removesse, mas ele disse: “Minha graça é tudo de que você precisa. Meu poder opera melhor na fraqueza”. Portanto, agora fico feliz de me orgulhar de minhas fraquezas, para que o poder de Deus opere por meu intermédio. – 2 Coríntios 12:8,9 Aqui estamos falando do apóstolo Paulo, um grande homem de Deus, cheio do Espírito Santo, escolhido e capacitado para evangelizar praticamente toda Ásia Central. Note que ele pediu a Deus por três vezes. Não é preciso ser muito perspicaz para entender que por duas vezes o Senhor ficou em total silêncio, afinal, Paulo não era o tipo de discípulo que resmungava após a primeira resposta. Nem sempre o apóstolo Pedro foi respondido. Nem sempre o apóstolo Paulo foi respondido. Por que eu e você receberíamos sempre uma resposta imediata do Senhor? O silêncio do Pai treina a nossa fé. Então pare de se sentir desprezado(a) por não ter ouvido alguma resposta de Deus, pois mesmo diante dessa realidade, inúmeras pessoas continuaram firmes crendo no amor e na proteção do Senhor. Simplesmente tenha fé. Deus não se esqueceu de você. Deixe este louvor falar contigo:

Deixar uma resposta