Pular para o conteúdo

Porque Jesus Morreu na Cruz Por Mim

    Quando falamos sobre a morte de Cristo numa cruz por amor à humanidade perdida, uma dúvida cria vida na mente de muitas pessoas e ela se resume na frase “por que Jesus morreu na cruz por nós?“. Se a dúvida surgiu, provavelmente sua fome por Deus está aumentando e Ele mesmo está o atraindo com suas cordas de amor. Entenda agora porque Jesus morreu na cruz.

    Leia livros gratuitamente através dos canais do autor no Whatsapp e Telegram e do aplicativo oficial do autor!

    Neste artigo explicarei de modo interessante o porquê da morte de Jesus e como isso nos afeta diante do Senhor.

    A Criação Perfeita

    Desde a eternidade, Deus desejou criar uma família de muitos filhos para habitar em sua presença para sempre. Esse foi o propósito da criação.

    E sabemos que Deus faz todas as coisas cooperarem para o bem daqueles que o amam e que são chamados de acordo com seu propósito. Pois Deus conheceu de antemão os seus e os predestinou para se tornarem semelhantes à imagem de seu Filho, a fim de que ele fosse o primeiro entre muitos irmãos. – Romanos 8:28,29 (ênfase acrescentada)

    O desejo do Senhor sempre foi ter uma família. Por isso, criou o homem e a mulher à sua imagem e semelhança. Eram criaturas perfeitas e livres para fazer escolhas.

    Imagine um quadro muito belo. Esse quadro representa o homem em seu estado original: sem pecado. Era como Deus, como Jesus e como o Espírito Santo.

    Saiba porque Jesus morreu na cruz por nós

    Mas a frase duvidosa “porque Jesus morreu na cruz” continua no ar.

    A Grande Mancha

    Enquanto perfeito, o ser humano interagia com Deus de maneira palpável e completa. Não havia restrições. O homem usufruía totalmente da presença gloriosa do Senhor, uma vez que o homem era tão limpo quanto Deus no tocante ao pecado.

    Infelizmente, em um certo dia, Adão e Eva comeram o fruto proibido por Deus (Gênesis capítulo 3) e permitiram que o pecado invadisse-os e contaminasse também toda a criação no universo.

    Toda a criação, não por vontade própria, foi submetida por Deus a uma existência fútil,
    na esperança de que, com os filhos de Deus, a criação seja gloriosamente liberta da decadência que a escraviza. – Romanos 8:20-21 (ênfase acrescentada)

    A terrível desobediência de Adão manchou a criação com o pecado. O primeiro ato de independência, isto é, a desobediência do ser humano, tornou toda a criação inútil para o propósito eterno de Deus. Aquele belo quadro tornou-se uma verdadeira abominação.

    Como poderia o Deus perfeito ter uma família suja pelo pecado? Como os seres humanos viveriam em perfeito amor pela eternidade carregando dentro de si o desejo intenso pelo mal? Algo precisava ser feito!

    Nesse ponto da história, o quadro havia sido manchado.

    Saiba porque Jesus morreu na cruz por mim e por você

    Mas a frase duvidosa “porque Jesus morreu na cruz” ainda continua no ar.

    A Morte de Cristo

    O Senhor, com toda a sua bondade e graça, não queria perder para sempre os seus filhos amados. Mas como limpar essa grande mancha de modo justo? Somente um sacrifício substitutivo poderia sanar esse maldito problema.

    Um justo pelos injustos. Um perfeito pelos imperfeitos. Somente um líquido puro e eficaz seria capaz de eliminar a terrível grande mancha que tornou inútil aquele belo quadro.

    De fato, segundo a lei, quase tudo era purificado com sangue, pois sem derramamento de sangue não há perdão. – Hebreus 9:22 (ênfase acrescentada)

    O sangue representa a vida. Somente o sangue perfeito, sem pecado, poderia cobrir os pecados do homem diante de Deus e torná-lo justo novamente.

    E quem gerou esse sangue? Onde se achou esse líquido preciosíssimo? Sim, no sangue de Jesus, o filho unigênito de Deus. Ele foi o único capaz de viver uma vida perfeita, sem pecado, totalmente centralizado na vontade do Pai, ou seja, um verdadeiro homem perfeito.

    O ser humano, em seu estado original, era perfeito, mas escolheu o pecado. Jesus, ao contrário de Adão, viveu uma vida perfeita até a morte e se entregou em lugar do homem caído atraindo para si toda a ira de Deus contra o pecado.

    Jesus viveu a vida que o homem não viveu e morreu a morte que o homem merecia morrer. Essa substituição nos permite hoje nos lavar nesse sangue puro através do arrependimento, da fé e do batismo (o que podemos considerar como a porta da vida cristã).

    Passando por essa porta que é o próprio Cristo, recebemos sobre nós o sangue do Senhor Jesus. O quadro agora, em Jesus, é lavado pelo Seu maravilhoso sangue. Em Cristo somos JUSTIFICADOS.

    Saiba porque Jesus morreu na cruz pelos pecadores

    Processo de Santificação

    Todos nós sabemos que ninguém se torna perfeito de uma hora para outra ou da noite para o dia. O sujeito reconhece a própria sujeira e se arrepende de seus pecados e dos anos longe da vontade e presença de Deus, mas isso não significa que, após o batismo nas águas, ele se tornará infalível.

    Mesmo amando Jesus e obedecendo-o, continuamos falhando todos os dias. Pecamos por fazer o mal e pecamos por deixar de fazer o bem. Se fôssemos contabilizar os pecados diários, quantos seriam? Muitos!

    Ora, mesmo justificados, continuamos pecando. Por quê? É porque estamos em um processo de SANTIFICAÇÃO. O sangue de Jesus nos tornou justos novamente e não podemos mais ser condenados, pois Cristo sofreu a condenação em nosso lugar, porém, após passarmos pela porta da vida cristã, somos ensinados a parecer mais com Jesus a cada dia.

    Esse é o trabalho do doce Espírito Santo de Deus que faz morada em nossos corações após seguirmos a Cristo como seus discípulos. O sangue de Cristo sobre nós permite que o Espírito Santo habite e trabalhe em nossos corações.

    O quadro antes machado, agora começa a ser limpo, aos poucos, pelo trabalho intenso do Espírito de Deus. Somos então restaurados à imagem perfeita de Deus, assim como era o ser humano em seu estado original.

    Saiba porque Jesus morreu na cruz e nos salvou

    Não que o sangue de Jesus seja algo que deva ser eliminado do homem, mas dentro dessa analogia, o sangue de Cristo é representado como a única solução para eliminar a sujeira do pecado.

    Corpo Glorificado

    Em Jesus somos JUSTIFICADOS. Com o Espírito Santo somos SANTIFICADOS. Chegará o dia em que teremos corpos GLORIFICADOS. Este corpo humano que alguns tanto se apegam será engolido pelo tempo, no entanto, quando Jesus voltar para buscar a sua amada Igreja (seus discípulos), aqueles que foram fiéis até o fim receberão um novo corpo, agora perfeito, sem manchas, plenamente à imagem de Deus, como era no princípio.

    Estou dizendo, irmãos, que nosso corpo físico não pode herdar o reino de Deus. Este corpo mortal não pode herdar aquilo que durará para sempre.
    Mas eu lhes revelarei um segredo maravilhoso: nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados! Acontecerá num instante, num piscar de olhos, ao som da última trombeta. Pois, quando a última trombeta soar, aqueles que morreram ressuscitarão a fim de viver para sempre. E nós que estivermos vivos também seremos transformados. Pois nosso corpo mortal precisa ser transformado em corpo imortal. – 1 Coríntios 15:50-53 (ênfase acrescentada)

    Após morrermos fisicamente, os fiéis a Cristo estarão diante de Deus livre da condenação do pecado, pois Jesus se entregou em nosso lugar. Assim somos salvos do Cordeiro que tira o pecado do mundo!

    E no final dessa linda e verdadeira história, viveremos como uma família unida que se ama plenamente em um novo mundo onde Jesus reinará para sempre.

    ***

    Quer ser lavado pelo sangue de Jesus para ser livre do pecado e se relacionar novamente com Deus? Tenha fé em Jesus, se arrependa de seus pecados e de sua vida independente de Deus, seja batizado(a) nas águas e se relacione com o Filho de Deus através da oração, leitura da Bíblia, comunhão com os irmãos, adoração e do jejum. Agora a dúvida “porque Jesus morreu na cruz” está respondida. Sua vida JAMAIS será a mesma.

    Receba mais conteúdos através dos canais: