Por Que Sofremos Mesmo Tendo Deus?

❤️Compartilhe!
YouTube video

Uma das maiores questões presente na mente dos cristãos é: por que sofremos mesmo tendo Deus? Essa pergunta abre espaço para outras dúvidas como “se Deus é bom, por que eu sofro?” ou “Deus realmente me ama?”. Qual seria o propósito do Pai ao permitir que seus amados filhos sofram? Você entenderá agora.

O propósito eterno do Criador é ter uma família de muitos filhos semelhantes a Jesus para a glória de Deus, segundo Romanos, capítulo 8. O Senhor criou Adão e Eva para iniciarem uma gigantesca família onde todos seriam filhos amados e próximos Dele.

²⁸ Então Deus os abençoou e disse: “Sejam férteis e multipliquem-se. Encham e governem a terra. Dominem sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que rastejam pelo chão”.

Gênesis 1:28

Como sabemos, Adão e Eva desobedeceram a ordem de Deus e escolheram deliberadamente ter tanto conhecimento quanto Ele, optando assim, por uma vida de independência onde o ser humano seria o dono e direcionador de sua própria vida. O resultado disso? Um mundo cheio de guerras, violência, egoísmo, frieza, tristeza e todo tipo de maldade.

Então o Pai, tomado por amor e compaixão, envia seu filho Jesus para tomar sobre si toda a dor necessária para que o mar imundo do pecado fosse anulado. Jesus cumpre seu objetivo e, diante do pecado anulado, o Espírito Santo vem habitar dentro do coração humano, uma vez que seu pecado encontra-se justificado.

Em Jesus, os seres humanos podem fazer parte novamente desta maravilhosa família que antes estava destruída pelo pecado. Para isso, precisamos crer Nele, se arrepender de nossos pecados e obedece-lo.

E o Que Meu Sofrimento Tem a Ver Com Isso?

Pois bem, chegamos ao cerne da questão. Por que o sofrimento atinge a vida de um filho de Deus? Antes de tudo, é válido dizer que fomos avisados sofre as aflições da vida, ou seja, a vida cristã não está livre do sofrimento e dos problemas do cotidiano.

³³ Eu lhes falei tudo isso para que tenham paz em mim. Aqui no mundo vocês terão aflições, mas animem-se, pois eu venci o mundo.

João 16:33

O sofrimento faz parte da existência. Não é coisa de quem está em pecado ou possuído por demônios. É claro que o pecado e os demônios trazem sofrimento, mas esses fatores não são necessariamente a raiz do sofrimento na jornada cristã.

Na vida de um filho de Deus, o sofrimento tem um objetivo, um propósito. E qual é esse propósito? O propósito é cooperar de algum modo com o crescimento e amadurecimento da família do Pai, conforme o seu propósito eterno exposto no início desse artigo (uma família de muitos filhos semelhantes a Jesus para a glória de Deus).

O seu sofrimento, se permitido por Deus e não sendo resultado de uma vida de pecado, resultará em:

  • edificação da família do Senhor, pois verão a sua persistência diante do sofrimento e aprenderão com ela;
  • sua própria edificação, pois fortalecerá sua fé e trará sabedoria que gerará fortalecimento para a família do Senhor;
  • conversão de incrédulos que verão a sua grande fé diante das lutas e desejarão também caminhar com Cristo.

Resumindo, o seu sofrer produzirá frutos na sua vida, na vida dos seus irmãos e na vida dos perdidos. Suas lutas e até mesmo sua morte, se estiverem ligadas à vontade do Pai, gerarão frutos.

²⁴ Eu lhes digo a verdade: se o grão de trigo não for plantado na terra e não morrer, ficará só. Sua morte, porém, produzirá muitos novos grãos.

João 12:24

Entenda que a dor permitida pelo Criador tem um objetivo claro de cooperar com seu propósito eterno. Mesmo que seja doloroso lidar com os desgostos da vida, sinta-se feliz em saber que o Pai confia e acredita em você, pois permite que as provações lhe toquem para a edificação e expansão de seu povo.

⁴ Ele nos encoraja em todas as nossas aflições, para que, com o encorajamento que recebemos de Deus, possamos encorajar outros quando eles passarem por aflições.

2 Coríntios 1:4

² Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria sempre que passarem por qualquer tipo de provação,
³ pois sabem que, quando sua fé é provada, a perseverança tem a oportunidade de crescer.
⁴ E é necessário que ela cresça, pois quando estiver plenamente desenvolvida vocês serão maduros e completos, sem que nada lhes falte.

Tiago 1:2-4

A Real Fonte do Sofrimento

Por fim, analise com cuidado as suas provações. Não acuse os demônios sem uma revelação clara do Senhor. Se você está em Cristo, Satanás e seus demônios não podem tocá-lo(a).

¹⁸ Sabemos que os nascidos de Deus não vivem no pecado, pois o Filho de Deus os protege e o maligno não os toca.

1 João 5:18

Sendo assim, seu sofrimento vem de escolhas erradas ou, como já demonstrado nesse artigo, de provações permitidas por um Pai que te ama demais e quer o seu crescimento e a edificação de uma gigantesca e maravilhosa família que te observa. Tenha gratidão e siga firme. Deus é contigo!

Aproveite:

❤️Compartilhe!
Danilo H. Gomes
Danilo H. Gomes

Danilo H. Gomes, brasileiro, é autor de obras com ênfase em autoajuda (usando como base a psicologia e filosofia) e cristianismo, atuando no mercado literário desde 2016. Possui várias obras publicadas no Brasil e também traduzidas para o inglês, espanhol, italiano e francês, disponíveis para inúmeros países ao redor do mundo.

Deixe um comentário

Entrar em contato